i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Série B

Em reencontro com o Paraná, Lisca provoca presidente e causa tumulto

  • 09/09/2020 22:10
Lisca provocou o presidente paranista Leonardo Oliveira.
Lisca provocou o presidente paranista Leonardo Oliveira.| Foto: Albari Rosa/Foto Digita/Gazeta do Povo

Mesmo cumprindo suspensão e tendo de assistir ao jogo contra o Paraná das sociais da Vila Capanema, Lisca, técnico do América-MG, não saiu do estádio sem se envolver, mais uma vez, em polêmica.

Após a vitória do time mineiro nesta quarta-feira (9) pela nona rodada da Série B, o treinador tentou cumprimentar o presidente do Tricolor, Leonardo Oliveira, e foi sumariamente ignorado. Indignado, fez provocações ao dirigente e ao seu ex-clube.

Ao ouvir as palavras de Lisca, Oliveira quis tirar satisfação correu atrás do técnico, que saiu correndo do local, gerando um tumulto. Os dois não chegaram a se agredir fisicamente.

“O Lisca falou algo para o presidente. Não poderia, aqui na nossa casa”, disse o diretor de futebol do Paraná, Alex Brasil, à Rádio Banda B.

Veja a tabela da Série B 2020

"Informações que eu tive da diretoria – e me surpreende porque ele [Lisca] era querido por todos – foi que ele disse palavras que desrespeitam a instituição. ‘Aqui não perde para essa M de time’. Lamento, não tive a possibilidade de conversar com ele pessoalmente. O respeito tem que estar acima de tudo”, falou o técnico paranista, Alan Aal.

Em 2017, Lisca teve problemas com a diretoria paranista e deixou o comando do time em um clima nada ameno. Na época, chegou às vias de fato com o então auxiliar técnico Matheus Costa. Por causa disso, o técnico foi demitido em setembro, em meio à campanha que culminou no retorno à elite.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.