i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Entrevista

Ex-artilheiro do Paraná sobre seca na Série B: “Atacantes não chamam a responsabilidade”

  • PorGazeta do Povo
  • 20/10/2020 10:57
Renaldo foi vice-artilheiro do Brasileirão de 2003 com  a camisa do Paraná
Renaldo foi vice-artilheiro do Brasileirão de 2003 com a camisa do Paraná| Foto: Arquivo/GRPCOM

Vice-artilheiro do Brasileirão de 2003 com a camisa do Paraná, o ex-atacante Renaldo tem sofrido com as recentes atuações do time na Série B. “Jogadores sem alma, respeitem a camisa que vestem”, desabafou nas redes sociais após a derrota por 4 a 0 para o CSA, pela 15ª rodada.

O pesado revés contra os alagoanos faz parte de uma sequência de seis jogos sem vencer na competição, que acabou tirando o Tricolor do G4.

“Os atacantes do Paraná não são contundentes, não chamam a responsabilidade, não decidem jogos, isso dificulta muito”, analisa Renaldo.

“Isso dificulta muito, porque na Série B os times são muito iguais, o que difere é ter jogadores que decidem jogos e o Paraná não tem jogadores decisivos no momento”, continua.

Confira a tabela completa da Série B

Renaldo defende continuidade de Allan Aal no Paraná

Apesar do momento difícil do Tricolor, Renaldo diz confiar no trabalho do técnico Allan Aal. “O Paraná vinha jogando muito bem, taticamente bem postado, jogadores obedecendo o treinador na parte tática, eu estava até admirado”, comenta.

“Aí começou a caída. Muitos jogadores importantes não estão em um bom momento, o Bressan que estava bem está em baixa também”, continua.

“A diretoria tem que segurar o Allan Aal, já conhece o grupo, os jogadores, apesar de todos os tropeços, o time está perto do G4. Tem que dar um voto de confiança ao trabalho”, prossegue.

Por fim, Renaldo dá uma dica para os atacantes tricolores. “Quando a gente está num mal momento e a bola não entra, não adianta ficar nervoso, querer decidir toda hora. Tem que primeiro ajudar o time. A falta de tranquilidade e a ansiedade estão atrapalhando. Não são maus jogadores, é o time que está em um mau momento”, encerra.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.