• Carregando...
O volante Johny Lucas é um dos destaques da base tricolor. | Marcelo Andrade/Gazeta do Povo
O volante Johny Lucas é um dos destaques da base tricolor.| Foto: Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

O Paraná espera festejar seu aniversário de 28 anos erguendo mais uma taça de campeão, na tarde desta terça-feira (19), na Vila Olímpica do Boqueirão.

Em clima de celebração pela data especial, o Tricolor recebe o Cascavel, às 16 horas, na partida de volta da final do Campeonato Paranaense sub-19. No jogo de ida, vitória paranista por 3 a 2, fora de casa. A entrada é franca.

A equipe da casa tem como principal destaque o volante Jhonny Lucas, considerado grande joia da base e que já fez parte do elenco profissional em 2017. Dentre os nomes conhecidos da equipe principal, estão ainda o meia Allexson e o atacante Guga, ambos com experiência no time de cima.

A finalíssima da categoria acontece justamente 28 anos após a data de fundação do clube, em 19 de dezembro de 1989. E em um estádio simbólico para a história tricolor. A Vila Olímpica foi herdada pelo Paraná do Pinheiros, clube que inaugurou a praça esportiva em 1975, e que faria a fusão com o Colorado em 1989, originando o Tricolor.

Foram somente 42 jogos oficiais do time principal no palco que hoje serve de centro de treinamentos e casa da base: 23 vitórias, nove empates e dez derrotas, com 67 gols a favor e 41 contra.

Apesar de poucos jogos, o local recebeu conquistas importantes, como o bicampeonato paranaense, em 1994; o pentacampeonato, em 1997; o jogo da permanência na Série A, em 1998; e a vitória por 6 a 0 sobre o Coritiba, em 1999, por exemplo.

Time “polêmico”

O time sub-19 do Paraná se envolveu recentemente em uma polêmica com o rival Coritiba , logo após derrotar o rival na semifinal do torneio, após decisão nos pênaltis, também na Vila Olímpica.

Após o triunfo, os atletas do Tricolor foram comemorar com a torcida, engrossando o coro de músicas provocativas ao rival coxa-branca que vinha das arquibancadas. O

O cenário foi o estopim para o narrador Rammon Mendes, da Rádio Coritiba, veículo oficial licenciado pelo Coxa, ameaçar os jovens paranistas e defender que isto “é falta de porrada”. Em seguida, a Rádio Coritiba publicou uma nota de retratação ao Paraná.

Sonho de revitalização

Durante 2017 o Paraná iniciou diversos estudos de revitalização da Vila Olímpica do Boqueirão, que atualmente serve apenas como casa da base.

O Tricolor planejava investir na iluminação noturna; recebimento de laudos para liberação do anel superior, atualmente fechado para o público; revitalização do entorno; reforma das cabines de imprensa e troca de gramado.

O projeto, entretanto, está parado e sem novidades. Situação que deve persistir, após o presidente Leonardo Oliveira revelar o desejo de investir na ampliação da Vila Capanema.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]