i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Negócios

Empresário admite risco de Paraná não receber segunda parcela da venda de Jhonny Lucas

  • PorGazeta do Povo
  • 14/04/2020 14:47
Jhonny Lucas ainda busca espaço em equipe belga
Jhonny Lucas ainda busca espaço em equipe belga| Foto: Reprodução/Instagram

Após o presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, ter afirmado que o clube ainda não havia recebido a segunda parcela da venda do volante Jhonny Lucas ao Sint-Truiden, da Bélgica, o agente do jogador, Umberto Riva, explicou que o atraso se deve à pandemia do coronavírus.

"É verdade que o Sint-Truiden não acionou a opção que teve para comprar a adição de 40% dos direitos econômicos de Jhonny. A principal razão disso é que o clube, como todos os outros da Europa no momento, tem dificuldades em fazer projetos e planos concretos para a próxima janela, dada a incerteza da situação", explicou o representante da P&P Sport Management, empresa gestora do atleta.

"É muito provável que a negociação com eles vá recomeçar e que seja alcançado um acordo entre os dois clubes, mesmo após o término da opção. Mas, obviamente, no momento todas essas conversas foram adiadas para quando ficará mais claro o que acontecerá com as ligas do mundo inteiro", completou Riva.

No entanto, o empresário ressaltou que o Sint-Truiden pode não pagar essa parcela, que venceu no último dia 29, uma vez que seria apenas um aditivo para uma futura venda. Se os belgas desistirem deste valor, o Tricolor ficaria com 50% de uma nova transferência do volante. Caso a parcela seja quitada, o time paranista teria direito a 10%.

"Isso se trata apenas de uma questão técnica. Que não muda nada para o Jhonny. Isto só será importante para ele quando houver uma transferência futura. Os direitos federativos de Jhonny permanecem 100% ao Sint-Truiden, que é o único clube que pode ter Jhonny em campo e negociar uma eventual transferência. A diferença nesse caso será apenas a porcentagem da venda futura que deverá ser paga ao Paraná, que pode ser ou 10% ou 50%", acrescentou.

Jhonny Lucas foi vendido ao Sint-Truiden em agosto de 2019, por 1 milhão de euros, mas ainda não estreou pelo novo clube. Neste período, ficou no banco de reservas em duas partidas, ambas em dezembro.

"Como acontece com a maioria dos jogadores que chegam muito jovens à Europa, ele teve um período normal de adaptação ao novo país e ao estilo de futebol que também aconteceu durante uma temporada em que o clube mudou três treinadores. Então não foi fácil para ele esse início", disse Umberto Riva.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.