Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE

paranaense

Remanescente do acesso, Vilela vira capitão e crê em classificação do Paraná

Volante e o goleiro Richard são os únicos titulares do acesso que permaneceram. Agora capitão, Vilela ganhou nova responsabilidade no Tricolor

  • Luana Kaseker especial para a Gazeta do Povo
 | Albari Rosa/gazeta do povo
Albari Rosa/gazeta do povo
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Um dos poucos remanescentes do time que devolveu o Paraná à Série A, o volante Leandro Vilela ganhou nova função em 2018. Virou capitão do time e, com os 18 reforços que chegaram, veio a responsabilidade de passar conhecimentos aos novos colegas.

Responsabilidade assumida em momento difícil da equipe. O Paraná precisa da vitória diante do Prudentópolis neste sábado (10), às 19h30, na Vila Capanema, para seguir com chances de classificação. O time é o último colocado do Grupo A, com apenas dois pontos.

“Eu me sinto honrado em poder ser o capitão do Paraná, porque fui criado aqui dentro, sempre sonhei com isso. Mas também sei que junto disso, vem grandes responsabilidades, cobranças, sendo capitão temos que dar o exemplo”, disse Leandro Vilela, em entrevista coletiva.

>> TABELA PARANAENSE 2018: confira a classificação e os próximos jogos

Vilela assumiu a braçadeira de capitão nos empates com o Londrina e com a URT, pela Copa do Brasil. Além do volante, o goleiro Richard, que segue se recuperando de lesão, são os únicos titulares da temporada passada que permanecem no time.

“Acho que os jogadores novos, podem me ver como um dos líderes por eu ter ficado no clube. Eles me vêm desta forma. Eu tento passar um pouco do Paraná e como é jogar aqui”, completou.

O Tricolor ainda não venceu no Estadual e tem chances remotas de classificação. A equipe precisa vencer Prudentópolis e Rio Branco, além de torcer por combinações de resultados dos adversários de Grupo A.

“Eu sempre falo que temos que ter o mental muito forte, porque se a gente se abalar com as cobranças, com a pressão, acaba indo mais pra baixo. Então, tem que ter o psicológico forte”, afirmou. “Se a chance de classificação existe, nós temos que acreditar. Espero que a gente consiga o resultado no sábado e os demais resultados nos ajudem. Dentro do grupo, a cobrança entre nós para este jogo é muito grande e forte”, confia Vilela.

VEJA TAMBÉM:

>> COPA DO BRASIL: confira o chaveamento completo do torneio

>> BRASILEIRÃO 2018: veja a tabela completa da Série A

>> SÉRIE B: confira a tabela completa da Segundona

>> LIBERTADORES: veja como ficaram os grupos e os duelos da fase preliminar

>> COPA SUL-AMERICANA: veja todos os confrontos do mata-mata continental

>> MERCADO DA BOLA: acompanhe o vai e vem de atletas nos principais clubes brasileiros

o que você achou?

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE

mais lidas de Esportes

PUBLICIDADE