Técnico Matheus Costa deve discutir a renovação do contrato durante os próximos dias. | Hugo Harada/Gazeta do Povo/
Técnico Matheus Costa deve discutir a renovação do contrato durante os próximos dias.| Foto: Hugo Harada/Gazeta do Povo/

Após a rodada final da Série B, neste sábado (25), e a conquista do acesso, o técnico Matheus Costa revelou o desejo de permanecer no Paraná em 2018. Ele deve sentar com a diretoria na próxima semana para acertar os detalhes do acordo.

“Durante essa semana, teve muita conversa a respeito da minha renovação e permanência. Falaram de uma possibilidade de eu ir para o Japão, o que não houve. Sempre a direção deixou claro que no término da Série B iríamos conversar”, explicou o treinador, após o empate com o Boa Esporte, no Couto Pereira.

Pessoas próximas de Costa afirmam que a situação financeira não deve ser um empecilho para o treinador concretizar a vontade de renovar. O próprio comandante paranista, por sua vez, traça o objetivo do Tricolor na volta à Série A, após dez anos: evitar o rebaixamento.

Leia também: Na sua despedida, Marcos é aclamado por torcida e jogadores do Paraná e se emociona

“É um momento muito importante para o clube. Acima de tudo, 2018 será o ano de consolidação da permanência na Série A. Este é o grande objetivo. A gente sabe de várias equipes que sobem e descem no ano seguinte. Em 2018 o Paraná vai mostrar a todos que é um clube grande de Série A”, prossegue.

O presidente Leonardo Oliveira elogiou o papel de liderança exercido por Costa na campanha do acesso. Para o mandatário, o treinador representa a competência de toda a comissão técnica fixa do Tricolor, que iniciou o trabalho ainda em janeiro.

“Ele foi efetivado como treinador com o significado de efetivar uma comissão, um grupo de trabalho. Quando efetivamos o Matheus, estávamos apostando na competência dele, no conhecimento que tem, mas também como o coroamento do trabalho da comissão”, diz Oliveira.

Segundo Matheus, a diretoria foi corajosa ao efetivá-lo, em um momento conturbado onde a saída mais fácil talvez fosse a chegada de um técnico de maior currículo. “Tem que ser muito macho pra apostar em um técnico de 30 anos naquele momento, como foi”, diz Costa.

Jogadores

O técnico Matheus Costa admitiu que todo o grupo do Paraná saiu valorizado após a conquista do acesso. O discurso dos jogadores, por sua vez, é de analisar o futuro a partir da próxima semana.

“Ainda não tive uma conversa com a diretoria. Sou feliz no Paraná, minha família é daqui e se for para continuar, vou querer ficar”, diz Zezinho. “Eu também não sei, quero aproveitar e o máximo. Peguei um carinho enorme pelo clube e espero que um dia possa voltar”, afirma o atacante Robson, antecipando uma saída.

O próprio presidente do Paraná, Leonardo Oliveira, revelou que o clube já tem uma série de contratações alinhavadas e renovações contratuais engatilhadas. “Que a torcida confie em nosso planejamento”, pede.

Veja a entrevista coletiva do técnico, com direito a banho dado pelos jogadores:

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]