i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
atletismo

Bolt diz temer que notícias sobre doping ofusquem Mundial de Pequim

    • Estadão Conteúdo Web
    • 20/08/2015 12:24
    Usain Bolt é a principal atração do Mundial de Atletismo de Pequim. | Kim Kyung-Hoon/Reuters
    Usain Bolt é a principal atração do Mundial de Atletismo de Pequim.| Foto: Kim Kyung-Hoon/Reuters

    Às vésperas do início do Mundial de Atletismo, em Pequim, Usain Bolt admite o temor de que as notícias sobre doping, recorrentes nas últimas semanas, acabem ofuscando os resultados das provas na competição chinesa. A Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF, na sigla em inglês) vem sendo alvo de constantes críticas, incluindo acusações de ter encoberto casos positivos de doping em eventos como Olimpíadas e Mundiais.

    CALENDÁRIO: Veja as datas e horários das finais do Mundial de Atletismo de Pequim

    “Tudo o que tenho escutado nas últimas semanas é doping, doping, doping”, reclamou o velocista jamaicano. “É muito triste que, às vésperas do Mundial, não estamos falando sobre a competição que está chegando.”

    O jamaicano também demonstrou preocupação com as expectativas geradas sobre o seu desempenho. Bolt teme ser encarado como a grande esperança do atletismo para ofuscar as denúncias sobre doping de outros atletas.

    “As pessoas estão dizendo que eu tenho que vencer pelo bem do esporte, mas há muitos outros atletas que estão correndo limpos, e eles sempre estiveram limpos em suas carreiras”.

    BRASILEIROS: Conheça os atletas do Brasil que vão competir em Pequim

    Sobre seu desempenho, Bolt garantiu estar se sentindo bem, após se ausentar de algumas provas por conta de problemas físicos neste ano. “Estou bem, gostaria de ter disputado mais provas antes do Mundial, mas o treino está bom. Foi importante até ter me dedicado mais aos treinos do que às competições.”

    Bolt é novamente o grande alvo dos rivais nas provas dos 100 e dos 200 metros em Pequim, onde brilho nos Jogos Olímpicos de 2008. No fim de julho, correu duas vezes a prova mais rápida e venceu a etapa de Londres da Diamond League, com o tempo de 9s87. Ele não disputava a prova em alto nível em quase dois anos.

    Tanto na eliminatória quanto na final, Bolt demonstrou que a largada segue sendo o seu ponto fraco na prova dos 100 metros. “A largada é sempre uma questão para mim. Mas acho que estou onde eu deveria neste momento em sua preparação. Eu só preciso ir para a pista e executar o que treinei”, projetou o recordista mundial e bicampeão olímpico da prova mais tradicional do atletismo.

    Deixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.