i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Natação

Brasil avança à final do revezamento 4x100m masculino

Equipe formada por Marcelo Chierighini, Nicolas Oliveira, Fernando Ernesto e Vinícius Waked fica em sexto na eliminatória e disputa o ouro no Mundial de Esportes Aquáticos

  • PorAgência Estado
  • 28/07/2013 07:58

A natação do Brasil garantiu neste domingo (28) sua primeira final no Mundial de Esportes Aquáticos de Barcelona. A equipe masculina do revezamento 4x100 metros livre vão entrar na briga por medalha após ficar em sexto lugar na eliminatória desta manhã. A equipe contou com Marcelo Chierighini, Nicolas Oliveira, Fernando Ernesto e Vinícius Waked e anotou o tempo de 3min14s41.

Nas eliminatórias, o Brasil terminou em quarto na sua série, a mais forte do dia, e não teve problemas para avançar à final. "A nossa série foi muito mais forte do que a segunda, mas como ficamos em quarto esperamos com alguma ansiedade, mas vi que a marca era boa para ir para final", comentou Nicolas.

"A gente entrou muito frio. Certamente dá para melhorar o tempo na final. Entramos na competição e já quebramos o gelo", disse Chierighini. A final será disputada nesta tarde, às 16 horas de Brasília.

Já a equipe feminina do Brasil não conseguiu avançar no revezamento. Elas marcaram apenas o 11º tempo, com 3min41s05. Em compensação, estabeleceram o novo recorde sul-americano na prova que contou com Larissa Oliveira, Daynara de Paula, Graciele Herrmann e Alessandra Marchioro.

No individual, o Brasil terá dois representantes na semifinal dos 100 metros peito. Felipe Lima avançou na prova ao marcar o oitavo tempo das eliminatórias, com 1min00s06. "Estou muito satisfeito. É o melhor tempo da minha vida. Melhorei em dois centésimos em relação ao Maria Lenk e tenho tudo para fazer um tempo ainda melhor para a final, na qual para entrar terá que ser na casa dos 59 segundos", disse Felipe. Ele terá a companhia de João Gomes Junior, dono do 13º tempo, com 1min00s24.

No feminino, somente uma brasileira avançou neste domingo. Daynara de Paula vai disputar a semifinal dos 100 metros borboleta após cravar o 15º tempo nesta manhã, com 59s16. Nos 200 metros medley, Joanna Maranhão foi a 26ª colocada, com 2min15s00. Carolina Bilichi marcou o 29º nos 400 metros medley, com 4min21s40.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.