i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Jogos Sul-Americanos

Handebol masculino conquista ouro contra a Argentina após duas prorrogações

Título é o segundo consecutivo na competição de equipe que vive intensa rivalidade continental

  • PorAgência Estado
  • 17/03/2014 08:45

Se no feminino o handebol brasileiro é campeão do mundo, no masculino o estágio ainda é de grande rivalidade com a Argentina pela hegemonia regional. No domingo à noite, os dois arquirrivais fizeram mais um grande jogo, desta vez na final dos Jogos Sul-Americanos, na sub-sede de Mar del Plata (Chile), e a vitória foi brasileira, por 25 a 23, após duas prorrogações.

Se nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em 2011, a vitória foi da Argentina, que conseguiu a classificação para a Olimpíada com aquele resultado, em Jogos Sul-Americanos é o segundo título consecutivo do Brasil. Em Medellín (Colômbia), em 2010, os brasileiros também haviam vencido os argentinos na final. Ambos, assim como o Chile, medalhista de prata, garantiram classificação para o Pan de Toronto, em 2015.

"Temos que ficar felizes porque sabemos que alguns jogadores ficaram até o final com sacrifício. Foi uma partida mais de coração do que de cabeça. Nas prorrogações poderia ter passado qualquer coisa, por isso, a entrada do (goleiro) Maik foi importante e também a serenidade. Quando conseguimos os dois gols de vantagem foi o momento decisivo", comentou o técnico Jordi Ribera, espanhol que comanda o Brasil.

"Jogar contra a Argentina é assim, cheio de rivalidade. Eles são muito aguerridos, não desistem nunca e hoje não foi diferente. Foi um jogo emocionante", comemorou Maik, um dos mais experientes do grupo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.