Poker será defendido como jogo de habilidade nessa quarta-feira na Câmara de Deputados. | Marcos Labanca - Gazeta do Povo
Poker será defendido como jogo de habilidade nessa quarta-feira na Câmara de Deputados.| Foto: Marcos Labanca - Gazeta do Povo

Nessa quarta-feira (30), às 14h, na Câmara dos Deputados, será feita uma audiência pública da Comissão de Regulamentação de Jogos no Brasil. Preocupados que os deputados percebam a diferença do poker para outros jogos como bingo ou roletas de cassino, os adeptos estão se organizando para encherem as redes sociais, principalmente o Twitter, a partir das 14h, com a hashtag #JogosDeHabilidade.

Falta de estrutura impede Curitiba de receber evento milionário de poker

Leia a matéria completa

Estão nessa categoria de jogos de habilidade, além do poker, outros como gamão, xadrez, damas, sinuca e e-games. A ideia é diferenciá-los dos jogos de azar para que a regulamentação ocorra de forma diferente, incluindo a tributação em cada um dos casos e os locais em que poderão ser praticados.

Hoje, segundo a Confederação Brasileira de Texas Hold’em - a principal modalidade de poker jogada no mundo-, cerca de 5 milhões de pessoas praticam o jogo no Brasil. O presidente da entidade, Igor Trafane, conhecido como Federal, e o campeão mundial de poker André Akkari estarão na audiência pública para explicar a diferença entre os jogos de habilidade, em que prevalece as capacidades técnicas dos competidores, dos jogos de azar, em que só a sorte importa.

“Somos uma comunidade unida que luta pelo reconhecimento e segurança jurídica de nossas atividades. Queremos mostrar que para criar um novo segmento e gerar novos empregos e receitas não é necessário acabar com os mercados que já existem”, disse Trafane, em nota. “A regulamentação dos jogos no Brasil precisa ser muito discutida para que seja criada uma legislação justa tanto para os jogos de azar quanto para os jogos de habilidade”, acrescentou.

Coaches ensinam a obter melhores resultados na mesa de poker

Leia a matéria completa

A audiência pública faz parte de um grupo de estudos que ocorre na Câmara desde o ano passado para discutir a regulamentação, o potencial econômico, fiscal e as questões trabalhistas relacionadas à indústria dos jogos. Na sexta-feira (1) está marcada a quarta reunião desse grupo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]