Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Andy Murray não teve dificuldades para vencer o francês Jeremy Chardy por 2 a 0 no Masters 1.000 de Roma. | Max Rossi/Reuters
Andy Murray não teve dificuldades para vencer o francês Jeremy Chardy por 2 a 0 no Masters 1.000 de Roma.| Foto: Max Rossi/Reuters

O britânico Andy Murray nunca foi conhecido por seu potencial no saibro, mas, de uma hora para outra, agora parece imbatível no piso. Nesta quarta-feira (13), ele conquistou mais uma vitória na terra batida, desta vez pela estreia no Masters 1.000 de Roma, ao passar com facilidade pelo francês Jeremy Chardy por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/3, em 1h24 de partida.

Com isso, Murray começa bem na busca por seu terceiro título consecutivo no saibro. Se nunca havia conquistado sequer um troféu na carreira na terra batida, o britânico faturou dois troféus neste piso somente neste mês de maio, em Munique e Madri. Com isso, e com a vitória desta terça, já chega a dez partidas de invencibilidade, todas elas no saibro.

Até por conta desta inesperada sequência, Murray cogitou não participar do Masters 1.000 de Roma, alegando cansaço. Mas ao menos nesta quarta, o britânico pareceu estar no melhor de suas condições. O número 3 do mundo disparou seis aces e quebrou o serviço do adversário, 38.º do ranking, em três oportunidades para vencer.

Murray tenta superar sua melhor campanha em Roma, uma semifinal em 2011, e para isso terá que passar nas oitavas de final pelo francês Jo-Wilfried Tsonga, 13.º cabeça de chave, ou pelo belga David Goffin, número 20 do mundo. Os dois se enfrentam ainda nesta quarta.

Em outros jogos já encerrados do dia, o norte-americano John Isner, cabeça de chave número 16, passou pelo argentino Leonardo Mayer por 2 sets a 0, com parciais de 7/6 (8/6) e 6/4. Já o espanhol Guillermo Garcia-López eliminou o ucraniano Alexandr Dolgopolov em dois sets, com parciais de 6/4 e 6/3.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]