Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Chegou o período de encarar o frio nas corridas. | Henry Milleo
/ Gazeta do Povo
Chegou o período de encarar o frio nas corridas.| Foto: Henry Milleo / Gazeta do Povo

Estação mais quente do ano, o verão se despediu do hemisfério sul no dia 20 de março. Com a chegada do outono e a tendência de queda nas temperaturas, a tentação de trocar as corridas diárias pelo conforto de casa bate à porta. Com a ajuda do preparador físico Rodrigo Rezende, listamos cinco dicas para não ceder à preguiça e manter a prática esportiva em dia de forma saudável.

1 – Vestimentas

Daniel Castellano

Durante os exercícios, a recomendação é investir nos tecidos de dry-fit que, além de confortáveis, deixam a pele respirar, liberam o suor e não deixam o frio passar. Por outro lado, a recomendação é evitar materiais de algodão, por acumularem umidade. Além disso, gorros, luvas, calças e leggings ganham importância. Outra dica é carregar para o treino uma vestimenta extra, evitando assim a permanência das roupas úmidas.

2 – Aquecimento reforçado

Hugo Harada

No frio, a recomendação é investir ainda mais nos trabalhos de aquecimento antes das corridas. Em especial, os chamados aquecimentos articulares, que simulam os movimentos da atividade: movimentos de braços, corrida no lugar, sobrepasso lateral, etc. “No frio, este tipo de aquecimento se torna ainda mais importante, pois favorece o aumento da frequência cardíaca e lubrifica as articulações, prevenindo lesões”, indica Rezende. Para os alongamentos, a dica é dobrar o tempo de cada posição de dez para vinte segundos.

3 – Proteção da pele

Albari Rosa/Gazeta do Povo

Mesmo nos dias nublados de outono, é primordial manter o uso regular do protetor solar. Além disso, devido às baixas temperaturas e ao vento, outra recomendação é a utilização de protetores labiais, para evitar rachaduras. “Algumas pessoas podem associar o uso do protetor solar à aparição do sol, mas a utilização do filtro solar é importante sempre”, esclarece Rezende.

4 – Hidratação

Com a baixa nas temperaturas, a tendência natural é suar menos e sentir menos sede. Isto porque há menos troca de calor entre o indivíduo e o ambiente. Como alternativas de hidratação, Rezende sugere o consumo de frutas e chás. “São formas alternativas viáveis que servem como plano B para manter o corpo hidratado nos dias de frio, mesmo quando há menos sede”, explica Rezende.

5 – Estabelecer metas

Henry Milleo / Gazeta do Povo

Talvez a maior vilã para os corredores nos dias mais frios de outono, a preguiça pode ser vencida com uma receita certeira: criar compromissos que tornem a prática da atividade necessária. Inscrever-se em corridas de rua, por exemplo, pode ser a motivação que faltava para trocar os cobertores pelas pistas. “Desta maneira, você cria uma obrigação e consegue burlar a preguiça através de uma meta pré-estabelecida”, complementa o preparador.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]