Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Torneio de vôlei entre estudantes no Santa Mônica: clube de Curitiba é um dos beneficiados do convênio que disponibilizará dinheiro da Lei Pelé para formação de atletas | Daniel Castellano / Gazeta do Povo
Torneio de vôlei entre estudantes no Santa Mônica: clube de Curitiba é um dos beneficiados do convênio que disponibilizará dinheiro da Lei Pelé para formação de atletas| Foto: Daniel Castellano / Gazeta do Povo

Os clubes contemplados e os valores

Clube de Regatas do Flamengo (RJ) - R$ 5.361.817,38

Clube Paineiras do Morumby (SP) - R$ 1.329.206,49

Minas Tênis Clube (MG) - R$ 2.667.622,54

Club Athlético Paulistano (SP) - R$ 3.404.237,44

Sogipa "Sociedade Ginástica de Porto Alegre" (RS) - R$ 1.783.000,40

Tijuca Tênis Clube (RJ) - R$ 958.404,48

Clube Esperia (SP) - R$ 1.002.709,60

Santa Mônica Clube de Campo (PR) - R$ 798.754,28

Clube Curitibano (PR) - R$ 1.608.164,04

Mackenzie Esporte Clube (MG) - R$ 219.680,40

Veleiros do Sul Associação Náutica Desportiva (RS) - R$ 1.201.990,95

Círculo Militar do Paraná (PR) - R$ 701.058,90

Grêmio Náutico União (RS) - R$ 954.246,01

Sociedade Thalia (PR) - R$ 874.331,00

Associação Desportiva Classista Mercedes-Benz (SP) - R$ 316.281 00

Clube Jaó (GO) - R$ 334.214,00

Paraná e São Paulo são os estados com mais entidades beneficiadas pelo convênio com a Confederação Brasileira de Clubes (CBC) para receber recursos da Lei Pelé para formação de atletas olímpicos e paraolímpicos. Cada um tem quatro clubes, seguido pelo Rio Grande do Sul, com três.

No total, serão distribuídos R$ 3,9 milhões às equipes paranaenses, distribuídos da seguinte forma: o Clube Curitibano tem direito a R$ 1,6 milhão, o Thalia, a R$ 874,3 mil, o Santa Mônica, a R$ 798,7 mil e o Círculo Militar, a R$ 701 mil.

Os clubes contemplados passaram por uma seleção e tiveram de se encaixar nos critérios estabelecidos pela CBC. Entre eles, estar em dia com o pagamento de impostos e ter atuação na formação de atletas.

O Flamengo será o maior beneficiado pelo convênio. Serão repassados ao clube carioca R$ 5,3 milhões. No total, serão 15 entidades contempladas com verba para formação de atletas.

O medalhista olímpico da vela e representante da CBC, Lars Grael comemorou o convênio. "Esta é uma luta de muitos anos do setor clubístico. O atleta pratica o esporte através do clube e a falta do reconhecimento, apoio e fomento aos clubes era notória. Os ministros Orlando Silva e Aldo Rebelo entenderam essa causa".

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]