Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Pela terceira vez, Usain Bolt conquistou o Prêmio Laureus | Daniel Castellano / Gazeta do Povo
Pela terceira vez, Usain Bolt conquistou o Prêmio Laureus| Foto: Daniel Castellano / Gazeta do Povo
  • Daniel Dias conquistou o prêmio de melhor atleta parlímpico de 2012
  • Neymar não participou do treino do Santos na manhã desta sexta-feira, dois dias antes da final do Paulista

O jamaicano Usain Bolt foi o grande destaque da cerimônia de entrega do Prêmio Laureus, o Oscar do esporte, realizada na noite desta segunda-feira (11) no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

O corredor conquistou pela terceira vez o prêmio de melhor Atleta Masculino do Ano. Nos Jogos de Londres, repetindo o resultado de quatro anos antes em Pequim, o velocista ganhou medalhas de ouro em todas as provas que disputou: 100 metros, 200 metros e o revezamento 4x100 metros.

Bolt não participou da cerimônia de entrega do prêmio, que aconteceu pela primeira vez no Rio. Ele concorria com grandes nomes do esporte: o piloto alemão Sebastian Vettel, o jogador argentino Lionel Messi, o nadador norte-americano Michael Phelps o ciclista britânico Bradley Wiggins e o fundista britânico Mo Farah. E acabou sendo o vencedor do Laureus, repetindo os feitos de 2009 e 2010.

Phelps, maior medalhista da história dos Jogos Olímpicos, não conseguiu ganhar como Atleta Masculino do Ano. Mas, para o agora aposentado nadador de 27 anos, foi criado o prêmio de Conquista Excepcional, pelos feitos da carreira. Assim, duas lendas da Olimpíada, Bolt e Phelps, puderam ser homenageadas na mesma premiação (embora somente o norte-americano tenha comparecido à cerimônia no Rio).

Brasileiros

O nadador paralímpico Daniel Dias conquistou o seu segundo prêmio Laureus. O maior medalhista brasileiro na história da Paralimpíada já havia sido o vencedor da categoria de melhor Atleta com Deficiência em 2009, logo após conquistar nove medalhas nos Jogos de Pequim, em 2008.

Dessa vez, nos Jogos de Londres, no ano passado, Daniel Dias conquistou seis medalhas de ouro nas seis provas que disputou, todas com recorde mundial. Assim, ele venceu a eleição desta segunda-feira, que contou com votos dos 46 membros da Academia Laureus, formada por grandes nomes da história do esporte. Na categoria de Atleta com Deficiência, também concorria o brasileiro Alan Fonteles, do atletismo.

Outro brasileiro que concorria nesta edição do Laureus era o atacante santista Neymar, que compareceu à cerimônia no Rio, mas viu o prêmio de Revelação do Ano ir para as mãos do tenista britânico Andy Murray, que em 2012 conquistou seu primeiro torneio do Grand Slam, o US Open, e também as medalhas de ouro (simples) e de prata (duplas mistas), diante da sua torcida, nos Jogos Olímpicos de Londres.

Outras categorias

A britânica Jessica Ennis venceu o prêmio de Atleta Feminina do Ano - competindo em casa na Olimpíada, ela levou a medalha de ouro no heptatlo. O australiano Felix Baumgartner foi escolhido o Atleta de Esportes Radicais do Ano, depois de ter se tornado em 2012 o primeiro humano a quebrar a barreira do som ao fazer o salto em queda livre de 39 quilômetros nos Estados Unidos. O dominicano Felix Sanchez ganhou como Retorno do Ano, por ter conquistado o título olímpico em Londres, na prova dos 400 metros com barreiras, oito anos depois de seu primeiro ouro, em Atenas/2004. E a seleção europeia de golfe, que faturou a tradicional Ryder Cup, foi eleita a Equipe do Ano.

Confira os vencedores do Laureus:

Atleta do ano - Usain Bolt e Jessica EnnisAtleta Paralímpico do ano - Daniel DiasEquipe do ano - time europeu da Ryder Cup (golfe)Atleta radical do ano - Felix BaumgartnerRevelação do ano - Andy MurrayRetorno do ano - Felix Sanchez

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]