Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Jorge Jesus diz que aceitaria treinar a seleção brasileira
Jorge Jesus diz que aceitaria treinar a seleção brasileira| Foto: Albari Rosa / Foto Digital/Gazeta do Povo

Com contrato até o fim de maio, Jorge Jesus ainda está com o futuro incerto no Flamengo, embora tudo caminhe para que ele permaneça no clube. Entretanto, o português não esconde seus objetivos. E deixou claro que aceitaria um convite para dirigir a seleção brasileira, embora ache pouco provável que isso aconteça.

Durante entrevista ao Fox Sports, ele se esquivou, mas deixou claro seu interesse em um eventual convite da seleção brasileira. "Qual treinador do mundo não aceitaria dirigir a seleção brasileira ou treinar o Flamengo? O Brasil tem elenco para formar duas seleções no maior nível do mundo", disse o português.

Em seguida, Jesus declarou considerar difícil que um dia a seleção tenha um estrangeiro como técnico. "Acho que não. Nunca terá a possibilidade de um estrangeiro na seleção. É difícil, mas sei lá, as coisas mudam. Nunca pensei em treinar o Flamengo e o Flamengo nunca pensou em ter um treinador português."

Em relação ao seu futuro no clube carioca, Jesus afirmou que as conversas estão em andamento, preferindo não dar maiores detalhes. "A pessoa que me trouxe ao Brasil já teve na outra semana algumas reuniões com pessoas ligadas ao Flamengo. Não quero dar "frisson", cada um defende seus interesses. Quero falar quando as coisas estiverem praticamente definidas", avisou

Jesus já disse algumas vezes que gostaria de permanecer no Flamengo. Ao ser indagado se a saudade de Portugal poderia tirá-lo do clube, destacou. "É a única coisa que pode, mas minha paixão pelo jogo é tanta que às vezes me esqueço".

Mas outro indício de que o acerto com o Flamengo está muito próximo foi o comentário dele sobre a vontade de conquistar um título da Liga dos Campeões. "Meu sonho sempre foi ganhar uma Champions, mas o Flamengo já me fez mudar um pouquinho desse sonho. Minha vontade é continuar e está nas mãos do Flamengo. Tem a ver com a questão financeira", explicou.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]