Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Não são poucas as mitologias que contam a história de um deus que precisou passar por grandes provações até alcançar seu lugar no panteão das grandes divindades que povoam a nossa imaginação e que estão no cerne das religiões mais antigas.

Um desses mitos, no entanto, parece ter alcançado uma outra dimensão, ao narrar a história de um Deus - com D maiúsculo - que mais do que encarar uma dificuldade usando seus superpoderes, escolheu se misturar às suas criaturas e vir ao mundo como uma criança. E quando eu falo em mito, ouvinte, entenda que eu não estou dizendo que essa história é uma mentira. Ninguém menos do que J. R. R. Tolkien defendia que o Cristianismo é, por excelência, o mito que virou verdade.

Acontece que até mesmo para quem não acredita no Cristo, o Natal - festa que celebra o seu nascimento - é uma realidade. E as consequências da crença nesse menino Deus são ainda mais difíceis de serem ignoradas. Nas palavras do historiador britânico Tom Holland, nós “nadamos em águas cristãs”.

O último podcast Ideias de 2021 vai tentar convencer ou lembrar o ouvinte do porquê o Natal ainda importa. Desta conversa com a jornalista Maria Clara Vieira, participam Carlos Caldas, professor do programa de pós-graduação em Ciências da Religião da PUC Minas e Diego Klautau, Doutor em Ciências da Religião, professor do Centro Universitário FEI e do Colégio Catamarã.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]