Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Invasão do Capitólio, vacinas, fim da Lava Jato, Lula elegível, prisão arbitrária de dissidentes políticos, Olimpíadas, CPI da Covid, Joyce Hasselmann caindo da própria altura, voto auditável, manifestações de Sete de Setembro, carta ao povo brasileiro e pacificação da relação entre os poderes, absorventes gratuitos, PEC dos Precatórios, Bolsonaro no PL e aliança Lula-Alckmin. Claro que em toda lista dos fatos mais relevantes do ano sempre haverá discordâncias e omissões “imperdoáveis”. Mas esse parece um bom resumo do ano que está aí, moribundo, prestes a dar o último suspiro e a ceder lugar a um 2022.

No podcast O Papo É desta semana, o de número 57 e último do ano, os colunistas da Gazeta do Povo Bruna Frascolla, Guilherme Fiuza e Rodrigo Constantino fazem um balanço do ano que se encerra.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]