Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Rachel Dolezal surgiu para o mundo em 2015. Líder de uma organização de defesa dos direitos dos negros em Spokane, Washington, ela foi desmascarada por um repórter que investigava supostos crimes de ódio de que Dolezal tinha sido vítima. Para tanto, bastou que o repórter fizesse a ela uma pergunta simples: você é negra? Desde então, a militante faz de tudo para limpar seu nome. Ela chegou a inventar até o conceito de “transracialista” – algo que não pegou nem mesmo num mundo viciado em identidades fluidas. Neste episódio do Quarentena Cult, falaremos sobre “O Caso Rachel Dolezal”, documentário disponível na Netflix que conta o esforço de Rachel Dolezal para não ser vista como uma fraude.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]