Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Professores superam desafios e transformam a realidade dos seus alunos
| Foto:

Quando o ano de 2020 começou, o Projeto Ler e Pensar (LeP) já previa grandes mudanças e desafios, mas ninguém poderia imaginar o que estava por vir. Pela primeira vez, o LeP ampliou o seu alcance para o nível nacional e passou a atender a educação infantil, permitindo assim a inscrição de profissionais da educação básica e pública de todo o Brasil.

Desde de 2017, quando a Gazeta do Povo se tornou digital, o Projeto vem acompanhando as tendências educacionais e incentivando o usa das tecnologias e mídias digitais na sala de aula. Por isso, quando o ensino remoto se tornou uma realidade imediata e os professores precisaram de novas formações e apoio com as ferramentas digitais, o Ler e Pensar prontamente se adaptou para atender a essas novas demandas da Educação. Hoje, o LeP conta com cerca de 4,5 mil profissionais inscritos e está presente em todos os estados brasileiros!

Além dos webinários e formações on-line que tinham como objetivo capacitar os professores, o Ler e Pensar também pensou em uma forma de reconhecer os docentes que estão fazendo a diferença na vida dos seus alunos, colegas e comunidade escolar através do uso de ferramentas digitais durante o período de ensino remoto. Com isso, em março foi lançada a Missão Premiada de Boas Práticas Digitais.

Foram muitas práticas inscritas, em que cada professor contava o que estava sendo feito para mitigar as dificuldades dessa nova forma de ensino. Todas elas foram avaliadas por uma comissão, que levou em consideração alguns critérios: criatividade, coerência, uso de ferramentas digitais, como a prática ajudou a minimizar os danos causados pela suspensão das aulas, entre outros. Dentre muitos relatos incríveis e emocionantes, 20 foram selecionados como finalistas e hoje divulgamos os vencedores. Confira:

Premiados

O primeiro lugar da Missão Premiada de Boas Práticas Digitais ficou com o professor Jackson Vieira Machado, de Castro-PR, com a prática “Em casa sim, parados nunca”. Em segundo lugar, ficou a prática “Gincana On-line" da professora Juliane Bonin Ribeiro, realizada com os alunos do 3º ano da Escola Municipal Poty Lazzarotto, em Pinhas-PR.

Na terceira colocação, tivemos um empate! Portanto, temos duas vencedoras dividindo o terceiro lugar no pódio da Missão: a professora Simone Nogueira de Lima, que realizou a prática “Uma sociedade para todos” com seus alunos da Educação Especial de São José dos Pinhas-PR, e a professora Evelise Gaio Tanajura, com a prática que ganhou o título de "Fique em casa e limpe sua jardim", realizada com seus alunos do ensino fundamental I, em Pinhais-PR.

Os quatro professores receberão um kit exclusivo do Ler e Pensar que contém itens como mochila, bateria externa, caixa de som portátil, squeeze, porta cartão, lápis e caneta e um certificado de vencedor. Além disso, todos os professores participantes receberam um certificado com o equivalente a 15 horas atividades pela participação e os finalistas um certificado de menção honrosa.

Quer conhecer em detalhe as práticas vencedoras? Fique de olho na nossa Coluna, pois publicaremos contando um pouquinho de cada uma delas. A que conquistou o primeiro lugar e transformou o ensino remoto de três colégios estaduais será destaque por aqui nesta próxima quinta-feira (17/09). Não deixe de acompanhar.

2 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]