Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
O presidente dos EUA, Joe Biden, se prepara para assinar uma série de decretos no Salão Oval da Casa Branca, em Washington, no seu primeiro dia de mandato, 20 de janeiro
O presidente dos EUA, Joe Biden, se prepara para assinar uma série de decretos no Salão Oval da Casa Branca, em Washington, no seu primeiro dia de mandato, 20 de janeiro| Foto: Jim WATSON / AFP
Apuração em andamento
Este conteúdo é sobre um fato que ainda está sendo apurado pela redação. Logo teremos mais informações.

Após tomar posse como presidente dos EUA nesta quarta-feira, Joe Biden assinou suas primeiras ordens executivas, que demonstram as prioridades de seu novo governo e revertem decisões de seu antecessor, Donald Trump. Como já havia anunciado, uma das primeiras ações do democrata foi decretar a volta dos EUA ao Acordo de Paris sobre o clima - abandonado por Trump em 2017 - e à Organização Mundial da Saúde (OMS).

Biden também cortou financiamento para a construção do muro na fronteira com o México, reverteu a proibição de entrada de viajantes de alguns países muçulmanos e adotou algumas políticas progressistas sobre diversidade e meio ambiente.

Outra ordem assinada em seu primeiro dia de mandato foi a obrigatoriedade do uso de máscaras e a manutenção de distanciamento social em propriedades federais.

"Algumas das ações executivas que assinarei hoje ajudarão a mudar o curso da crise da Covid e combater as mudanças climáticas de maneiras que não fizemos até aqui", disse Biden a jornalistas, descrevendo os decretos como "corajosos" e "vitais".

6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]