príncipe jordânia
Príncipe Hamzah Bin Al-Hussein, da Jordânia| Foto: KHALIL MAZRAAWI/AFP

Hamza bin Hussein, príncipe da Jordânia, foi acusado de conspirar contra o governo de seu meio-irmão e rei do país, Abdullah II. Neste domingo, autoridades jordanianas afirmaram ter descoberto um complô com "entidades estrangeiras" para "desestabilizar o reino", no qual estavam envolvidos Hamza e cerca de outros 15 suspeitos que foram presos.

O vice-primeiro-ministro da Jordânia, Ayman Safadi, disse que os serviços de segurança do país "acompanharam por um longo período as atividades e movimentos do príncipe Hamza" e dos outros acusados e descobriram que eles tiveram "contato com partes estrangeiras" para tentar mobilizar lideranças tribais contra o governo da Jordânia. Segundo Safadi, houve uma tentativa de "sedição" que posteriormente foi abortada. Ele mencionou que o governo tentou desencorajar o príncipe, mas que o pedido foi recebido negativamente por Hamza.

Em um vídeo publicado pela BBC News no sábado, Hamza disse que um graduado chefe militar do país foi à casa dele e avisou que ele não poderia se comunicar com o público e que não poderia sair de casa "por ter criticado o governo em reuniões em que esteve presente". "Não sou responsável pelas falhas do Governo, pela corrupção e pela incompetência que tem sido frequente na nossa estrutura de Governo nos últimos 15 a 20 anos e piorou", declarou o príncipe, que nega complô contra o rei.

No domingo, após o anúncio do governo jordaniano sobre as investigações contra Hamza, a oposição divulgou um novo áudio no qual o príncipe diz que não vai acatar as ordens de interromper sua comunicação com o "mundo exterior". "Não quero fazer movimentos e escalar [a situação] agora. Mas não vou obedecer quando eles disserem que você não pode sair, não pode tuitar, não pode se comunicar com as pessoas [e] só tem permissão para ver sua família".

O príncipe Hamzah, 41, é o meio-irmão do rei Abdullah, ambos filhos do falecido rei Hussein. Hamzah foi nomeado príncipe herdeiro em 1999, mas depois que o meio-irmão assumiu o trono, ele tirou este título de Hamza e concedeu-o a seu filho Hussein bin Al Abdullah.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]