A ala norte-africana da Al Qaeda assumiu a responsabilidade pelo sequestro de sete estrangeiros na semana passada no Níger, disse o canal árabe de TV Al Jazeera na terça-feira.

Os sequestros marcam uma escalada no conflito entre o grupo e a França, país de origem de cinco dos reféns. Em julho, a Al Qaeda do Maghreb Islâmico (AQMI) matou o refém francês Michel Germaneau, de 78 anos, após uma frustrada ação militar da França para tentar resgatá-lo.

A França, por sua vez, aumentou o alerta para ataque terrorista esta semana depois de receber um aviso de um suposto plano de ataque com mulher-bomba ao metrô de Paris.

O governo do Níger já havia dito anteriormente que os autores dos sequestros da semana passada eram da AQMI. O incidente ocorreu na quinta-feira no norte do país, região de mineração de urânio, onde até agora os rebeldes islâmicos não haviam realizado ações.

Os outros dois reféns são de Togo e Madagascar.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]