i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Saúde

Após dez dias de internação, Nelson Mandela recebe alta

Em comunicado, o gabinete do presidente Jacob Zuma disse que o líder negro "continua em melhora gradual e sustentada de seu estado de saúde"

  • Porfolhapress
  • 06/04/2013 07:24

O ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, 94, recebeu alta neste sábado (6), após ficar dez dias internado em um hospital de Pretória após tratamento contra uma infecção pulmonar. De acordo com a Presidência sul-africana, ele receberá o resto dos cuidados médicos em sua casa, em Johannesburgo.

Em comunicado, o gabinete do presidente Jacob Zuma disse que o líder negro "continua em melhora gradual e sustentada de seu estado de saúde". No hospital, ele precisou fazer um procedimento para a retirada de líquido dos pulmões, causada por um derrame pleural.

Esta foi a terceira vez que Mandela é internado na África do Sul desde novembro, quando ficou duas semanas no hospital também com problemas respiratórios.

Ele foi encaminhado ao hospital no dia 27, após ter um derrame pleural. Três dias depois, o ex-presidente passou pela retirada de líquido de seus pulmões.

O líder negro teve mais uma infecção pulmonar em 2011 e frequentemente é internado com problemas respiratórios causados por uma tuberculose que sofreu quando estava preso na ilha de Robben Island, perto da Cidade do Cabo, onde passou 18 dos 27 anos de detenção durante o regime do Apartheid.

Principal figura da luta contra a discriminação racial, ele foi solto em 1990 e em 1993 recebeu, ao lado do último presidente do regime do apartheid, Frederik de Klerk, o Prêmio Nobel da Paz por seu papel nas negociações para instaurar uma democracia multirracial na África do Sul.

Um ano depois, foi eleito para um mandato de cinco anos como presidente da África do Sul, sendo o primeiro mandatário negro.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.