Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Pelo menos 17 pessoas morreram nesta segunda-feira (9) e 48 ficaram feridas em dois ataques suicidas na cidade de Al Tuz, na província de Salah ad-Din (ao norte de Bagdá), um deles em frente à sede da União Patriótica do Curdistão (UPK), liderada pelo presidente iraquiano, Jalal Talabani.

Fontes de segurança informaram que no outro ataque um carro-bomba dirigido por um suicida explodiu em uma estação de transporte público.

Os dois atentados causaram, além disso, danos materiais aos carros e aos edifícios adjacentes, o que levou as forças de segurança a isolarem a área.

É o segundo ataque dirigido em menos de 24 horas contra um edifício da União Patriótica do Curdistão, depois do duplo atentado de ontem contra uma de suas sedes na província de Diyala (leste), que deixou 17 mortos e 65 feridos.

O grupo terrorista Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL) reivindicou ontem esse ataque de Diyala em uma nota divulgada em foros jihadistas.

Estes novos atentados coincidem com uma ampla ofensiva do EIIL em várias províncias iraquianas, entre elas Al-Anbar, onde no sábado passado fizeram durante algumas horas centenas de reféns na universidade de Ramadi.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]