i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Malaysia Airline

Austrália assume controle das buscas de avião no Oceano Índico

  • PorAgência O Globo
  • 17/03/2014 08:50

A Austrália assumiu o controle das buscas do avião perdido da Malaysia Airlines sobre o sul do Oceano Índico nesta segunda-feira, enquanto a Malásia solicita informação de radar e aviões de rastreio para ajudar nas buscas sem precedentes sobre uma ampla faixa da Ásia, que vai do noroeste até o Cazaquistão.

Investigadores sustentam que o voo 370 da Malaysia Airlines foi desviado deliberadamente pouco depois que o voo noturno decolou de Kuala Lumpur em rota para Pequim em 8 de março. As suspeitas se estendem a todos os que estavam a bordo do avião, especialmente o piloto e o copiloto.

A polícia malaia confiscou um simulador de voo da casa do piloto no sábado e também visitou a do copiloto; o chefe da polícia Khali Abu Bakar disse no domingo que esta foi a primeira vez que as forças de segurança compareceram às suas casas.

Na segunda-feira, o governo emitiu um comunicado em que contradiz essa versão ao sustentar na primeira visita às casas de ambos integrantes da tripulação foi em 9 de março, um dia depois do desaparecimento.

O primeiro-ministro australiano Tony Abbott disse ao Parlamento que aceitou fazer o rastreio no sul do Oceano Índico da "desafortunada aeronave" nesta segunda-feira durante uma conversa com o dirigente malaio Najib Razak. Duas aeronaves australianas AP-3C Orion já participavam da busca, uma delas encarregada de percorrer o norte e o oeste das remotas ilhas de Cocos.

As autoridades da Malásia disseram que o avião que levava 239 pessoas a bordo seguiu emitindo um sinal de satélite sete horas depois de sua decolagem o que mostra que pode ter entrado em um corredor que vai do corredor do sudeste asiático até o centro do continente.

O governo informou nesta segunda-feira que 26 países colaboram na busca da aeronave.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.