Airbus A380 transportava 521 passageiros de Dubai a Nova York quando pousou no aeroporto JFK | Robyn Beck/AFP
Airbus A380 transportava 521 passageiros de Dubai a Nova York quando pousou no aeroporto JFK| Foto: Robyn Beck/AFP

Equipes médica foram chamadas ao Aeroporto Internacional John F. Kennedy (JFK), em Nova York, na manhã desta quarta-feira (5), depois que um avião da companhia aérea Emirates informou que passageiros do vôo estavam doentes.

De acordo com a imprensa americana, o Airbus A380 transportava 521 passageiros quando pousou no aeroporto às 9h10 (10h10 no horário de Brasília), vindo de Dubai, nos Emirados Árabes. O piloto informou que várias pessoas a bordo relataram estar com febre e muitos estavam tossindo. 

Informações preliminares sobre o caso davam conta que cerca de 100 passageiros estavam doentes, mas em um comunicado, a companhia aérea confirmou que cerca de 10 estavam passando mal. “Na chegada, por precaução, eles foram atendidos pelas autoridades de saúde locais. Todos os outros desembarcarão em breve. A segurança e o cuidado de nossos clientes é nossa primeira prioridade”, disse a Emirates pelo Twitter.

Os passageiros doentes foram levados a hospitais para tratamento. Os que estão bem de saúde, segundo o Centro para Prevenção e Controle de Doenças (CDC), poderão seguir viagem e, se necessário, serão acompanhados por profissionais de saúde.

De acordo com o jornal New York Times, o departamento de polícia de Nova York, a autoridade portuária da polícia e o CDC estão investigando o caso.  Sinais apontam para a possibilidade de gripe. 

Fotos de passageiros mostram filas de ambulâncias e caminhões de bombeiros no asfalto. Larry Coben disse no Twitter que os passageiros foram convidados a preencher formulários do CDC detalhando para onde viajaram recentemente.

Eric Phillips, porta-voz da prefeitura de Nova York, disse que dez pessoas foram encaminhadas a um hospital, oito receberam medicação no aeroporto e o restante foi liberado.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]