Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Em pesquisa USA Today/Universidade de Suffolk, 64% disseram que não querem que Biden concorra a um segundo mandato em 2024
Em pesquisa USA Today/Universidade de Suffolk, 64% disseram que não querem que Biden concorra a um segundo mandato em 2024| Foto: EFE/JIM LO SCALZO

Uma pesquisa realizada pelo jornal USA Today e pela Universidade de Suffolk aponta que o presidente americano Joe Biden tem índices de aprovação e desaprovação piores do que o antecessor Donald Trump apresentava no mesmo momento do seu mandato entre eleitores registrados para votar.

De acordo com o estudo, 37,8% dos entrevistados disseram aprovar o trabalho que Joe Biden vem fazendo como presidente; 59% desaprovaram a atuação do democrata na Casa Branca; e 3,2% se disseram indecisos.

Pesquisas realizadas durante o mandato único de Trump na presidência dos Estados Unidos mostraram que, no início de novembro de 2017, o republicano tinha 38,8% de aprovação e 56,1% de desaprovação entre os eleitores registrados que foram ouvidos. Porém, com a margem de erro de 3,1% para mais ou para menos do estudo divulgado no fim de semana, Biden e Trump apresentam índices de aprovação e desaprovação muito semelhantes.

O levantamento do USA Today e da Universidade de Suffolk apontou que 46% dos entrevistados disseram que Biden está fazendo um trabalho pior como presidente do que esperavam.

Quase dois terços dos americanos ouvidos na pesquisa, 64%, disseram que não querem que Biden concorra a um segundo mandato em 2024, incluindo 28% dos democratas entrevistados. Trump também tem forte oposição à sua ideia de tentar outro mandato daqui a três anos, mas inferior à do democrata: 58% afirmaram preferir que ele não concorra, incluindo 24% dos republicanos.

Ainda segundo o levantamento USA Today/Universidade de Suffolk, o índice de aprovação da vice-presidente Kamala Harris é ainda pior do que o de Biden, de 27,8%, enquanto 51,2% desaprovam o trabalho que ela vem fazendo.

Na pesquisa, realizada entre quarta (3) e sexta-feira (5) da semana passada e divulgada no fim de semana, foram ouvidos mil eleitores registrados para votar.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]