Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Boris Johnson vence primeira etapa da corrida para sucessão de May
| Foto: Chris Ratcliffe / Bloomberg

O ex-prefeito de Londres e defensor do Brexit Boris Johnson venceu com ampla vantagem a primeira etapa da corrida para a liderança do Partido Conservador e o cargo de primeiro-ministro do Reino Unido.

Na primeira etapa da votação, nesta quinta-feira (13), Johnson teve o apoio de 114 membros do Partido Conservador, dos 313 que votaram. O segundo colocado, o secretário de Relações Exteriores Jeremy Hunt, teve 43 votos.

A disputa entre os sete candidatos que permanecem na corrida terá novas votações na semana que vem. Após a vitória desta quinta-feira, Johnson, que defende a saída do Reino Unido da União Europeia com ou sem acordo, deve ser um dos dois favoritos que participarão da etapa final da eleição.

"Estou muito feliz por ganhar a primeira votação, mas temos um longo caminho a percorrer", escreveu Johnson no Twitter após sua vitória na primeira etapa.

Uma vitória de Johnson iria redefinir radicalmente a política britânica e redefinir a política do Reino Unido sobre o divórcio conturbado com a União Europeia. Como a figura principal da campanha pró-Brexit em 2016, ele defendeu uma saída rápida e limpa da UE, e renunciou ao conselho de ministros de Theresa May no ano passado em protesto contra o plano dela de manter as regras comerciais do bloco.

Johnson prometeu tirar o Reino Unido do bloco em 31 de outubro com ou sem um acordo, uma promessa que lhe rendeu apoio crucial dos conservadores eurocéticos no Parlamento.

No entanto, ele não elaborou seu projeto para o Brexit em detalhes durante a campanha de liderança, desencadeada pela renúncia de May no mês passado por não ter conseguido concluir a retirada do Reino Unido da UE.

Johnson tem sido criticado por restringir suas aparições na mídia e não revelar detalhes de suas políticas. Com tamanha liderança em jogo, o favorito, que é conhecido por cometer gafes, prefere jogar com segurança, ciente de que qualquer deslize pode prejudicar seriamente sua campanha.

No total, sete candidatos conservadores passaram para a segunda etapa da eleição entre os membros do partido, e três foram eliminados.

Os candidatos precisarão de um mínimo de 33 votos para passar da segunda etapa da votação na terça-feira.

As regras da eleição para a liderança do Partido Conservador preveem uma série de votações até que restem apenas dois candidatos. Em seguida, os dois candidatos passam para uma campanha nacional entre os 160 mil membros do partido. Depois dessa votação, feita por cédulas enviadas por correio, o novo líder do partido deve ser anunciado em 22 de julho.

1 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]