• 25/09/2019 15:28
Itália

Bersluconi é investigado em processo dos atentados cometidos pela máfia em 1993

  • 25/09/2019 15:28
    • Gazeta do Povo
    Ex-premiê da Itália, Silvio Berlusconi
    Ex-premiê da Itália, Silvio Berlusconi| Foto: Arquivo/REUTERS

    O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, líder do Forza Italia, está sendo investigado em um inquérito sobre os massacres ocorridos na Itália em 1993. A suspeita é de que Berlusconi tenha sido o mandante dos atentados cometidos pela máfia siciliana Cosa Nostra em Milão, Florença e Roma naquele ano, segundo a agência de notícias Ansa.

    Berlusconi já foi alvo de inquéritos semelhantes. O último a ser arquivado, em 2011, foi reaberto em 2017 depois que o Ministério Público italiano teve acesso a gravações de conversas de um mafioso que está preso desde 1994, chamado Giuseppe Graviano, ex-chefe de um clã do Cosa Nostra. "Berlusconi me pediu essa cortesia", disse Graviano em conversa registrada em 2016 na prisão. A "cortesia", segundo os promotores italianos, era uma referência aos atentados de 1993.

    Ainda segundo a conversa do mafioso, Berlusconi queria entrar para a política "mas naquele período havia os velhos". "Então ele me disse: seria preciso que uma coisa bela acontecesse", afirmou Graviano. Berlusconi foi eleito no ano seguinte aos atentados. Na Itália, em 2018, vários políticos e mafiosos foram condenados em um caso que ficou conhecido como "Estado-Máfia", que revelou um suposto complô entre Estado e a Cosa Nostra para interromper os atentados no país.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.