• 15/09/2020 16:18
Morta em confronto policial

Família de Breonna Taylor vai receber US$ 12 milhões por morte da jovem

  • 15/09/2020 16:18
    • Gazeta do Povo
    Em Louisville, no Kentucky, manifestantes pedem justiça por Breonna Taylor. Foto de 5 de setembro de 2020.
    Em Louisville, no Kentucky, manifestantes pedem justiça por Breonna Taylor. Foto de 5 de setembro de 2020.| Foto: AFP

    A família de Breonna Taylor fechou, nesta terça-feira (15), acordo com a cidade de Louisville, no estado norte-americano do Kentucky, no âmbito da ação civil sobre a morte da jovem. Breonna, 26, que era negra, foi morta no dia 13 de março deste ano, quando três policiais à paisana invadiram, à noite, sua casa com um mandato de busca contra dois supostos traficantes de drogas. O namorado de Breonna disparou contra os agentes, alegando ter pensado que a residência estava sendo invadida por criminosos. A mulher foi morta com oito disparos e um policial ficou ferido.

    De acordo com o jornal New York Times, a família de Breonna Taylor vai receber US$ 12 milhões (aproximadamente R$ 63 milhões na cotação atual) a título de indenização. À imprensa local, o advogado da mãe da jovem, Sam Aguilar, disse que o acordo também inclui promessas de “reforma da polícia local”. Importante ressaltar que esse acordo encerra a discussão na esfera cível, mas as investigações criminais sobre o caso continuam. Dos três policiais envolvidos no episódio, um foi demitido e os outros dois foram suspensos. Até o momento, porém, não foi registrada nenhuma acusação formal.

    A morte de Breonna foi um dos estopins para a onda de protestos contra a violência policial que têm sido registrados nos Estados Unidos nos últimos meses. Os outros episódios foram a morte de George Floyd, no fim de maio, e os disparos efetuados contra Jacob Blake, na segunda quinzena de agosto.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.