• 22/07/2019 11:40
Alegação contestada

Irã diz que prendeu 17 ‘espiões’ da CIA

  • 22/07/2019 11:40
    • Gazeta do Povo, com Washington Post
    Porta-voz do governo iraniano Ali Rabiei fala durante uma coletiva de imprensa na capital Teerã em 22 de julho de 2019
    Porta-voz do governo iraniano Ali Rabiei fala durante uma coletiva de imprensa na capital Teerã em 22 de julho de 2019| Foto: Distribuição/AFP

    O Irã anunciou nesta segunda-feira (22) que prendeu 17 cidadãos acusados de espionar para o governo dos Estados Unidos, sem dar detalhes sobre a alegação. Segundo o chefe de contraespionagem do Ministério de Inteligência do Irã, eles trabalhavam para a Agência Central de Inteligência (CIA) e haviam concordado em espionar os locais nucleares e militares do Irã. Alguns foram condenados à morte.

    Sem fornecer evidências, o Irã afirma que os 17 foram recrutados pela internet, enquanto solicitavam vistos dos EUA, e durante conferências científicas no exterior. O chefe de contraespionagem, que não teve seu nome revelado, disse ainda que as prisões foram feitas durante um ano do calendário persa, ou seja, até março.

    O secretário de Estado, Mike Pompeo, que já foi diretor da CIA, classificou os relatórios como falsos. "O regime iraniano tem uma longa história de mentir", disse ele ao canal Fox News na manhã desta segunda-feira.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.