• 12/01/2021 19:45
Direitos humanos

Reino Unido condena tratamento “bárbaro” da China aos uigures e proíbe bens ligados a abusos

  • 12/01/2021 19:45
  • PorGazeta do Povo
    Dominic Raab, secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, fala sobre medidas de comércio impostas à China por acusações de violações de direitos humanos, 12 de janeiro, no Parlamento britânico
    Dominic Raab, secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, fala sobre medidas de comércio impostas à China por acusações de violações de direitos humanos, 12 de janeiro, no Parlamento britânico| Foto: Parliamentary Recording Unit / AFP

    O secretário de Relações Exteriores do Reino Unido, Dominic Raab, afirmou que o tratamento dado pelo China à população da minoria uigur equivale a tortura, ao anunciar, nesta terça-feira (12) novas medidas elaboradas para banir a importação de bens suspeitos de terem sido produzidos com trabalho forçado.

    Raab acusou a China de violações de direitos humanos que ele descreveu como "barbárie" e de cometer abusos "em escala industrial" contra os uigures na província de Xinjiang. As relações entre Londres e Pequim já estavam desgastadas desde o aumento da repressão em Hong Kong, condenada pelo governo britânico.

    O objetivo do plano descrito por Raab é impedir que empresas que lucram e se aproveitam de mão de obra forçada façam negócios no Reino Unido, e que nenhuma empresa britânica esteja envolvida nessas cadeias de suprimentos.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.