• 26/12/2019 11:21
Apoio a Trípoli

Turquia quer enviar tropas para a Líbia

  • 26/12/2019 11:21
    • Washington Post
    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, com membros do seu Partido Justiça e Desenvolvimento (AKP), antes de discurso em Ancara, 26 de dezembro de 2019
    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, com membros do seu Partido Justiça e Desenvolvimento (AKP), antes de discurso em Ancara, 26 de dezembro de 2019| Foto: MURAT KULA / Assessoria de Comunicação da Presidência da Turquia / AFP

    O governo da Turquia pedirá ao Parlamento no início de janeiro autorização para o envio de tropas para a Líbia, depois que o governo reconhecido internacionalmente em Trípoli pediu ajuda, informou o presidente Recep Tayyip Erdogan.

    A moção legislativa será o "primeiro ato" do governo após a volta do Parlamento depois do recesso em 7 de janeiro, disse Erdogan nesta quinta-feira (26) em Ancara. "Nós vamos para onde somos convidados, e não vamos para onde não somos. No momento, como há um convite, aceitaremos", disse o presidente turco.

    A Turquia disse que os soldados serão enviados para treinar combatentes leais ao primeiro-ministro da Líbia Fayez Al-Sarraj, com o objetivo de ser uma força de dissuasão, e não de combate ativo.

    A Líbia tem sido devastada pela violência desde a deposição de Muamar Kadafi em 2011, em operação apoiada pela Otan. O governo de Sarraj tem um governo rival, aliado a Khalifa Haftar, com base na cidade de Tobruk, no leste do país. A instabilidade no país dividido o tornou um ímã para radicais islâmicos e migrantes que tentam chegar à Europa.

    Tudo sobre:

    Comentários [ 0 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.