André Sougarret, chefe da equipe de resgate que trabalha para retirar os 33 mineiros presos na mina San José, no Chile, falou nesta terça-feira (21) sobre a data do resgate dos homens e assegurou que todos os indicadores técnicos mostram que eles serão retirados no início de novembro.

Por sua vez, o engenheiro Miguel Fortt Zanoni, que assessora o processo, disse que, embora não se possa fazer previsões lineares sobre o avanço de uma perfuratriz - pois pode haver problemas mecânicos e de manutenção preventiva, além de fissuras na pedra que impedem o avanço - acredita "que pode ser antes" de novembro e os homens podem ser retirados na terceira semana de outubro.

Os mineiros ficaram presos no dia 5 de agosto, a cerca de 700 metros de profundidade, na mina de cobre e ouro localizada a 850 quilômetros de Santiago. No último fim de semana, uma gigantesca perfuratriz petroleira se uniu a outras duas que há dias tentam chegar aos mineiros. Sougarret disse que nesta semana será definido qual dos três modelos de cápsula desenvolvidas pelos engenheiros para retirar - um a um - os mineiros, trajeto que pode levar 20 minutos por viagem. A construção da cápsula chamada Fênix levaria de 10 a 12 dias.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]