Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
O ditador da Nicarágua, Daniel Ortega
O ditador da Nicarágua, Daniel Ortega| Foto: EFE/Jorge Torres

O secretário-geral do Partido Comunista da China, Xi Jinping, informou ao ditador da Nicarágua, Daniel Ortega, que tem interesse em estreitar a "confiança política mútua" entre as duas nações, cujas relações foram renovadas recentemente. A informação foi divulgada pelo próprio governo nicaraguense no último domingo (30), de acordo com a imprensa internacionl.

Através de uma carta, Jinping agradeceu a Ortega pelas felicitações enviadas por ocasição do Ano Novo chinês, o "Ano do Tigre", que começa no próximo dia 1º de fevereiro. No texto, o ditador da China afirmou estar disposto a "promover a cooperação em vários campos, bem como apertar as mãos para construir uma comunidade com um futuro compartilhado para a humanidade".

As relações entre a China e a Nicarágua foram estabelecidas em dezembro de 2021, quando o país da América Central rompeu suas relações diplomáticas de mais de três décadas com a província de Taiwan, vista como "rebelde" pela grande ditadura asiática. Isso ocorreu depois que a Organização dos Estados Americanos (OEA), a Uniao Europeia e boa parte da comunidade internacional não reconheceram as eleições nicaraguenses, ocorridas em novembro passado, no qual Ortega foi reeleito de forma fraudulenta.

À represália internacional, seguiu-se o acordo com a China. Nas últimas semanas, os países assinaram um documento que prevê o estabelecimento de acordos de apoio mútuo, cooperação comercial, isenção de passaportes diplomáticos e mecanismos de consultas políticas bilaterais. No dia 28 de janeiro, o governo da Nicarágua anunciou que a China financiará a construção de casas em 84 municípios do país.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]