Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

O chefe da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Mohamed ElBaradei, anunciou nesta quarta-feira (18) o fechamento das cinco instalações da usina nuclear norte-coreana de Yongbyon, enquanto China, Estados Unidos, Japão, Rússia e as duas Coréias iniciam uma nova rodada de negociações em Pequim.

"Sim, verificamos que as cinco usinas nucleares foram fechadas e foram tomadas medidas apropriadas, com algumas das instalações sendo seladas", disse.

Uma equipe da AIEA se encontra na Coréia do Norte desde sábado, comprovando que o regime norte-coreano cumpre o seu compromisso de desmantelar gradualmente seu programa nuclear em troca de ajuda energética.

"O que fizemos ao fechar as instalações é muito bom, é um passo positivo. Mas é apenas o primeiro passo de um programa muito longo", acrescentou ElBaradei.

Desnuclearização

Situado a cerca de 90 quilômetros de Pyongyang, o reator é considerado fundamental para o programa nuclear norte-coreano.

O fechamento de Yongbyon faz parte do acordo de 13 de fevereiro de 2007 entre EUA, Japão, China, Rússia e as duas Coréia. Por ele, o regime norte-coreano renunciou a seu programa nuclear em troca de ajudas energéticas internacionais.

Na primeira fase da desnuclearização, a Coréia do Norte deveria abrir as suas fronteiras aos inspetores da AIEA e fechar a usina nuclear de Yongbyon em troca de 50 mil toneladas de petróleo.

No sábado passado, as autoridades norte-coreanas receberam 6.200 toneladas enviadas pela Coréia do Sul. No dia seguinte, anunciaram o fechamento do reator de Yongbyon, confirmado pelos inspetores da AIEA.

Segunda etapa

A nova rodada de negociações de seis lados que começou nesta quarta-feira em Pequim vai discutir a segunda etapa, com o desmantelamento de todo o programa nuclear norte-coreano em troca de mais 950 mil toneladas de petróleo.

A Coréia do Norte deverá apresentar um inventário de todas as suas instalações nucleares.

"Quanto mais transparentes formos, mais cedo poderemos comprovar que os norte-coreanos declararam tudo", disse ElBaradei.

O negociador dos EUA, Christopher Hill, disse na terça-feira (17) em Pequim que a Coréia do Norte está disposta a inventariar todo o seu programa nuclear até o fim de 2007.

Hill esteve em Tóquio no domingo, passou por Seul na segunda-feira e depois viajou a Pequim.

Na terça-feira, ele falou com os negociadores norte-coreano, russo e japonês sobre a data em que a Coréia do Norte deve apresentar o relatório.

Os analistas prevêem que esta segunda fase será mais difícil que a primeira, porque incluirá detalhes técnicos que reduzirão a fluência do diálogo.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]