i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
Entrevista

Suécia exalta 25% de imunidade em Estocolmo

    • Estadão Conteúdo
    • 08/05/2020 08:57
    suécia coronavírus
    O epidemiologista Anders Tegnell, da Agência de Saúde Pública da Suécia| Foto: Jonathan NACKSTRAND/AFP

    Anders Tegnell, epidemiologista de 64 anos, é responsável pela estratégia da Suécia contra o coronavírus. Enquanto muitos países decidiram por quarentenas rigorosas, Tegnell adotou uma estratégia suave: bares e restaurantes abertos, escolas funcionando e recomendações voluntárias de isolamento. Até esta quinta-feira, mais de 24 mil pessoas haviam sido infectadas pelo novo coronavírus, das quais 3.040 morreram.

    Questionado se essas medidas são mais efetivas do que a de vizinhos, como Dinamarca e Noruega, onde há menos mortes, ele responde que a comparação não é essa. "Já temos algo como 25% por cento da população imune [em Estocolmo], o que significa que atravessamos boa parte do caminho", disse Tegnell, que nega, no entanto, que a imunidade de rebanho seja seu objetivo. A seguir, a entrevista do epidemiologista sueco ao Estadão.

    Por que o senhor acredita que a estratégia da Suécia vem funcionando?

    Sim, acreditamos que está funcionando razoavelmente bem, com uma taxa de sucesso bastante decente. Alemanha e Áustria tiveram algum sucesso, mas outros países com lockdowns mais restritos, como Holanda e Bélgica, nem tanto. Acredito que a Suécia está nesse meio termo. Conseguimos fazer isso sem medidas muito extremas e mantendo a sociedade funcionando, o que é muito bom para as pessoas. Nosso serviço de saúde está funcionando, não faltou camas para ninguém (cerca de um terço dos leitos de UTI ainda está disponível). A taxa de mortalidade está reduzindo (já foi de 100 mortes por dia e agora é próxima de 70) e a epidemia em Estocolmo, a região mais populosa, está desacelerando.

    O número relativo de mortes é mais alto na Suécia do que em países vizinhos. Como o senhor responde a essa crítica?

    Sim, é verdade quando você compara com Dinamarca ou Noruega. Mas quando compara com Bélgica e Holanda, é mais baixo. Não é fácil comparar. É preciso comparar quantas pessoas ficaram doentes na Suécia. Temos algo como 25% por cento da população já imune, o que significa que já atravessamos uma boa parte do caminho. Nossos vizinhos, como a Finlândia, têm 1% da população que já foi infectada, o que significa que eles têm um longo caminho pela frente. Estão apenas começando. Eles terão de colocar muitas medidas em prática por um longo tempo.

    Como foi chegar a uma decisão diferente de outros países?

    Todo mundo está tentando fazer a mesma coisa: reduzir a disseminação do vírus para não sobrecarregar o sistema de saúde. E manter a sociedade funcionando. Estamos dando a informação para as pessoas, conselhos, recomendações, já que há uma tradição muito forte de confiança entre os suecos e as agências governamentais. Isso sempre foi alto na Suécia. As recomendações têm sido respeitadas.

    O senhor já comentou que as viagens reduziram nesse período também, certo?

    Na Suécia, diminuiu muito o fluxo (de pessoas nas ruas) e nós estamos colhendo os efeitos disso. O trânsito em cidades como Estocolmo caiu muito. O fluxo de trens está bem abaixo do normal. Na Páscoa, quando muitos suecos viajam, neste ano apenas 10% viajaram. Muita gente está trabalhando de casa. Nós também recomendamos que é preciso ficar em casa quando a pessoa apresenta alguma sintoma de doença, mesmo que leve. Então, há muitas coisas que mostram que estamos tendo resultado com aquilo que colocamos em prática e existe uma grande confiança da população que essa é a coisa certa a fazer. Temos cerca de 80% de aprovação na forma como estamos trabalhando.

    Quando a imunidade de rebanho será atingida?

    Não temos esse alvo. Acreditamos que a imunidade vai nos ajudar a desacelerar o vírus. Acho que veremos isso nas próximas semanas. A disseminação do vírus vai ficar muito menor e isso tornará a situação mais sustentável para permitir o funcionamento de nossos serviços de saúde e garantir que as populações mais vulneráveis fiquem saudáveis.

    6 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
    Use este espaço apenas para a comunicação de erros
    Máximo de 700 caracteres [0]

    Receba Nossas Notícias

    Receba nossas newsletters

    Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

    Receba nossas notícias no celular

    WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

    Comentários [ 6 ]

    O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.

    • F

      Felipe S

      ± 4 dias

      Vejamos. A população da Suécia é aproximadamente apenas o dobro da população da Dinamarca, mas lá morreram 6 vezes mais pessoas que na Dinamarca (neste momento 3175/522). Ou seja, morreram 2653 pessoas a mais.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      1 Respostas
      • C

        CRISTIANO ARAUJO

        ± 1 dias

        Você leu a reportagem toda. Detalhes: quantos % da população já contraiu o vírus e criou imunidade?

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

    • L

      Leonardo Santana

      ± 4 dias

      A população NÃO ESTÁ FAZENDO LOCKDOWN ESPONTANEAMENTE como alguns estão dizendo abaixo. Apenas algumas pessoas estão optando por ficar em casa e diminuir as saidas e terem mais cuidados. Isto não é lockdown. Mas, mesmo assim, nossos políticos deveriam aprender com o exemplo da suécia e nós deveríamos aprender a lutar pelos nossos direitos.

      Denunciar abuso

      A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

      Qual é o problema nesse comentário?

      Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

      Confira os Termos de Uso

      • F

        Fernando Antonio Remisio Figuinha

        ± 4 dias

        A população está fazendo o Lockdown espontaneamente, o que mostra uma educação social muito forte, sem necessidade de terrorismo político!

        Denunciar abuso

        A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

        Qual é o problema nesse comentário?

        Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

        Confira os Termos de Uso

        • A

          André

          ± 4 dias

          Tomar uma medida dessas no Brasil, onde tem um ditadorzinho em cada esquina dos 3 poderes é algo absolutamente surreal de se imaginar na prática.

          Denunciar abuso

          A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

          Qual é o problema nesse comentário?

          Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

          Confira os Termos de Uso

          • E

            eneida

            ± 4 dias

            Pensar dá trabalho. Fechar tudo com medidas autoritárias e arbitrárias, e aproveitar para ter ganho político e outros inconfessáveis é o caminho escolhido por nossos governadores e prefeitos.

            Denunciar abuso

            A sua denúncia nos ajuda a melhorar a comunidade.

            Qual é o problema nesse comentário?

            Obrigado! Um moderador da comunidade foi avisado sobre a denúncia. Iremos avaliar se existe alguma violação aos Termos de Uso e tomar as medidas necessárias.

            Confira os Termos de Uso

            Fim dos comentários.