i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
palestinos

Corte de Israel adia esvaziamento de assentamento ilegal

O tribunal havia estabelecido a data de 1º de maio como prazo final para a remoção do posto avançado Ulpana

  • PorAgência Estado
  • 01/05/2012 14:17

Uma mudanças de última hora adiou a evacuação de um assentamento não autorizado na Cisjordânia por pelo menos alguns dias. A Suprema Corte de Israel disse nesta terça-feira (1º) que vai rever a apelação na semana que vem.

O tribunal havia estabelecido a data de 1º de maio como prazo final para a remoção do posto avançado Ulpana, afirmando que ele fora construído ilegalmente em terras privadas palestinas. Na semana passada, o governo pediu um adiamento de 90 dias. Cerca de 30 famílias judias vivem em Ulpana.

O tribunal disse que vai rever o pedido do governo numa audiência no domingo. Israel prometeu remover dezenas de postos avançados não autorizados, mas as ações foram pequenas.

Israel tem cerca de 120 assentamentos autorizados na Cisjordânia. Os palestinos consideram todos os assentamentos e postos avançados invasões ilegais de suas terras. As informações são da Associated Press.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.