Seu app Gazeta do Povo está desatualizado.

ATUALIZAR

PUBLICIDADE
  1. Home
  2. Mundo
  3. Curitiba é uma das 50 cidades mais violentas do mundo, diz ONG mexicana

Ranking

Curitiba é uma das 50 cidades mais violentas do mundo, diz ONG mexicana

  • Da Redação
  • Atualizado em às
 | ALIOCHA MAURICIO/Tribuna do Paraná
ALIOCHA MAURICIO/Tribuna do Paraná
 
0 COMENTE! [0]
TOPO

Péssima notícia para Curitiba no que depender de uma ONG mexicana: a cidade figura novamente na lista das “50 Cidades Mais Violentas do Mundo”, elaborada anualmente pelo Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal.

O estudo leva em conta a proporção de homicídios a cada 100 mil habitantes. Além disso, só avalia cidades com mais de 300 mil habitantes e exclui áreas em conflito (como cidades do Iraque e da Síria, por exemplo).

Não é a primeira vez que a capital paranaense é listada. Neste ranking, ela aparece na mesma colocação do ano passado: 44ª. O estudo diz que a média foi de 34.71 homicídios a cada 100 mil habitantes no ano passado em Curitiba e região metropolitana -- já que a ONG mexicana toma como base uma população de 3,2 milhões de habitantes.Dados contestados pela Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná.

As cidades brasileiras dominam o ranking. São 21 no total, incluindo Macapá, Aracaju, Goiânia, Belém e a pior delas, Fortaleza, que está na 12ª posição com a média 60,70 homicídios a cada 100 mil habitantes.

Quem levou o insólito título de campeã foi Caracas, a capital venezuelana de 3,2 milhões de habitantes. A cidade teve uma média 119 homicídios a cada 100 mil habitantes no ano passado, desbancando San Pedro Sula, que liderou o ranking por quatro anos seguidos. Neste ranking, a cidade de Honduras aparece na segunda posição -- conseguiu baixar sua taxa de homicídios de 171,20 para 119,87.

De acordo com o Conselho Cidadão, os dados utilizados no estudo comparativo são fornecidos por fontes oficiais ou, em locais com acesso restrito às informações, por entidades confiáveis. Apesar disso, eles apontam que pode haver discrepâncias em alguns dos números. Os valores analisados se referem apenas à taxa de homicídio.

Confira o estudo completo (em espanhol).

Resposta

Em nota, a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná afirmou não considerar válido o ranking feito pela ONG. O documento diz que o conselho mexicano está errado por “não observar a igualdade de critérios metodológicos das cidades pesquisadas” e aponta que regiões metropolitanas de outras cidades não foram consideradas no estudo.

Ainda segundo a Sesp, os dados apresentados pela ONG se referem aos nove meses do ano (janeiro a setembro de 2015), sendo que o último trimestre é uma projeção -- o que não fornece valores reais. A secretaria contesta também as fontes utilizadas pelos pesquisadores.

“Segundo as estatísticas que devem ser concluídas e divulgadas pela Coordenadoria de Análise de Planejamento Estratégico nas próximas semanas, os dados do ano de 2015 devem apresentar uma expressiva queda no número de mortes em Curitiba referente a 2014”, finaliza a nota.

Veja a lista das 50 cidades mais violentas do mundo

(Os valores correspondem ao número de homicídios a cada 100 mil habitantes; a lista está em ordem crescente de nível de violência)

50. Obregón (México) -- 28.29

49. Maracaibo (Venezuela) -- 28.85

48. Macapá (Brasil) -- 30.25

47. Joanesburgo (África do Sul) -- 30.31

46. Victoria (México) --30.50

45. Pereira (Colômbia) -- 32.58

44. Curitiba (Brasil) -- 34.71

43. Porto Alegre (Brasil) -- 34.73

42. Nelson Mandela Bay (África do Sul) -- 35.85

41. Durban (África do Sul) -- 35.93

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/01/26/Mundo/Imagens/Vivo/2011-06-22_12-01-14_South_Africa_-_Morningside.jpg
Durban (África do Sul)Wikimedia

40. Campina Grande (Brasil) -- 36.04

39. Campos dos Goytacazes (Brasil) -- 36.16

38. Aracaju (Brasil) -- 37.7

37. Recife (Brasil) -- 38.12

36. Vitória da Conquista (Brasil) -- 38.46

35. Tijuana (México) -- 39.09

34. Gran Barcelona (Venezuela) -- 40.08

33. Kingston (Jamaica) -- 41.14

32. New Orleans (Estados Unidos) -- 41.44

31. Vitória (Brasil) -- 41.99

30. Teresina (Brasil) -- 42.64

29. Goiânia (Brasil) -- 43.38

28. Detroit (EUA) -- 43.89

27. Feira de Santana (Brasil) -- 45.5

26. Belém (Brasil) -- 45.83

25. Cidade de Guatemala (Guatemala) -- 47.17

24. Cumaná (Venezuela) -- 47.77

23. Manaus (Brasil) -- 47.87

22. Cuiabá (Brasil) -- 48.52

21. São Luís (Brasil) -- 53.05

20. Barquisimeto (Venezuela) -- 54.96

19. Baltimore (EUA) -- 54.98

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/01/26/Mundo/Imagens/Vivo/Baltimore.jpg
Baltimore (EUA) Wikimedia

18. Maceió (Brasil) -- 55.63

17. Culiacán (México) -- 56.09

16. João Pessoa (Brasil) -- 58.40

15. St. Louis (EUA)-- 59.2

14. Salvador (Brasil) -- 60.63

13. Natal (Brasil) -- 60.66

12. Fortaleza (Brasil) -- 60.77

11. Ciudad Guayana (Venezuela) -- 62.33

10. Cali (Colômbia) -- 64.27

9. Cape Town (África do Sul) -- 65.53

8. Palmira (Colômbia) -- 70.88

7. Valencia (Venezuela) -- 72.31

6. Distrito Central (Honduras) -- 73.51

5. Maturin (Venezuela) -- 86.45

4. Acapulco (México) -- 104.73

3. San Salvador (El Salvador) -- 108.54

2. San Pedro Sula (Honduras) -- 111.03

1. Caracas (Venezuela) -- 119.87

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2016/01/26/Mundo/Imagens/Cortadas/Caracas_city-kv6B-ID000002-1024x575@GP-Web.jpg
Caracas (Venezuela) Wikimedia.Commons

8 recomendações para você

deixe sua opinião

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE