Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
  • Ícone FelizÍcone InspiradoÍcone SurpresoÍcone IndiferenteÍcone TristeÍcone Indignado
Aves abatidas na Dinamarca em janeiro
Aves abatidas na Dinamarca em janeiro| Foto: EFE/EPA/MADS CLAUS RASMUSSEN

Os Estados Unidos identificaram, na quinta-feira (28), o primeiro caso humano conhecido de gripe aviária H5 no país. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) informou que o paciente mora no Colorado e tinha envolvimento com abate de aves possivelmente contaminadas com o vírus H5N1.

“Este caso não altera a avaliação de risco humano para o público em geral, que o CDC considera baixa”, informou a agência, por meio de comunicado, segundo a Reuters.

O único sintoma da pessoa que testou positivo foi fadiga por alguns dias. O CDC afirma que o paciente, que estava isolado e sendo tratado com o antiviral Oseltamivir (Tamiflu), já se recuperou.

A agência monitora pessoas expostas ao H5N1 desde o final de 2021. Desde então, o vírus foi encontrado em aves comerciais e de quintal em 29 estados e em aves selvagens em 34 estados norte-americanos.

"O CDC rastreou a saúde de mais de 2.500 pessoas com exposição a aves infectadas pelo vírus H5N1 e este é o único caso encontrado até o momento. Outras pessoas envolvidas na operação de abate no Colorado testaram negativo para infecção pelo vírus H5, mas eles estão sendo testados novamente com muita cautela", afirmou o CDC.

Este é o segundo caso humano associado ao grupo específico de vírus H5, que são os predominantes atualmente, segundo o CDC. O primeiro ocorreu na Grã-Bretanha, em dezembro de 2021.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros

Máximo de 700 caracteres [0]