i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
relatório

EUA: Rep. Dominicana está em último na luta contra tráfico humano

Relatório americano afirma que o país caribenho não está adotando esforços significativos para combater o tráfico

  • PorAgência Estado
  • 14/06/2010 16:04

Os Estados Unidos indicaram nesta segunda-feira a República Dominicana, Cuba e outras 11 nações no patamar mais baixo na classificação da luta contra o tráfico humano, o que poderá significar importantes sanções econômicas. "O governo da República Dominicana não cumpre plenamente os patamares mínimos para a eliminação do tráfico e não está adotando esforços significativos para fazê-lo", assinalou o relatório relativo a 2010, divulgado nesta segunda-feira (14) pelo Departamento de Estado.

"O governo dominicano não sentenciou nenhum traficante, incluídos funcionários possivelmente cúmplices do tráfico, desde 2007. Os resultados nas áreas de proteção às vítimas e prevenção do tráfico também foram limitados", agregou o relatório.

A República Dominicana já havia recebido essa classificação em 2003, mas a partir de 2004 e até o ano passado havia ficado numa lista de países em observação, que podem receber sanções se não melhoram seus esforços para combater o flagelo. Cuba recebeu a pior qualificação desde a primeira emissão desse relatório em 2000.

A Associated Press tentou ouvir a Embaixada da República Dominicana em Washington mas não obteve nenhuma resposta. O governo dos EUA pode suspender a assistência econômica - não a humanitária - aos países que recebam a pior qualificação na luta contra o tráfico humano. Os EUA também podem se opor a que essas nações recebam auxílio de instituições financeiras como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial.

O Panamá foi o único país latino-americano, além da República Dominicana, que teve piora na qualificação e passou a integrar a lista de países em observação, após ter ficado em 2009 no nível 2, no qual estão as nações que não cumprem plenamente com os patamares mínimos para a luta contra o tráfico humano, mas que adotam esforços para alcançá-los.

A Argentina, ao contrário, teve melhora na qualificação, passando de país em observação para o nível 2. Todos os outros países latino-americanos conservaram a qualificação obtida no ano passado.

Desde que o Departamento de Estado começou a divulgar esses relatórios, a Venezuela obteve a pior qualificação da região em quatro ocasiões (2004, 2005, 2006 e 2007), o Equador duas vezes (2004 e 2005) e a Bolívia em 2006.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.