Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...

Os Estados Unidos pediram desculpas nesta quarta-feira (6) por um recente ataque de helicóptero que matou dois soldados paquistaneses em um posto militar perto da fronteira afegã, dizendo que os pilotos acreditaram que os militares eram insurgentes que eles perseguiam. "Nós estendemos nossas profundas desculpas ao Paquistão e às famílias dos soldados de fronteira que foram mortos e feridos", disse a embaixadora dos EUA no Paquistão, Anne Patterson.

O pedido de desculpas, que veio após a conclusão de uma investigação conjunta, poderá levar o Paquistão a reabrir um cruzamento na fronteira que os comboios da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) usam para entregar mercadorias às tropas no Afeganistão. O governo paquistanês fechou o cruzamento numa aparente reação ao ataque do helicóptero norte-americano, no último dia 30.

O Paquistão inicialmente informou que três soldados foram mortos e outros três ficaram feridos no ataque, mas um dos soldados que estava gravemente ferido, e que inicialmente o exército paquistanês informou que estava morto, sobreviveu, disse o major Fazlur Rehman, porta-voz dos Corpos de Fronteira.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]