i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
CRISE

Europa articula ajuda à Grécia, dizem jornais

  • PorAgência Estado
  • 12/03/2010 07:16

A Alemanha e a França estudam assumir a liderança de um pacote de 30 bilhões de euros de ajuda à Grécia, informou o jornal austríaco Kurier, citando negociações secretas entre os governos.

O jornal francês Le Monde disse que a zona do euro (que reúne os 16 países que adotam o euro como moeda) está próxima de fechar um acordo para conceder à Grécia entre 20 bilhões de euros e 25 bilhões de euros. O periódico cita documentos secretos que foram enviados aos comissários da União Europeia.

De acordo com o Kurier, Alemanha e França teriam juntos produzido um acordo que, no todo, daria um suporte financeiro de 55 bilhões de euros à Grécia, por meio de uma cesta de garantias de crédito e compras de bônus governamentais antes do fim do ano. Sem citar fontes, o jornal diz que a chanceler alemã Angela Merkel pretende comprometer-se com 20 bilhões de euros, enquanto o presidente francês, Nicolas Sarkozy, prepara-se para gastar até 10 bilhões de euros. Os governos alinharam seus planos com o Banco Central Europeu (BCE). Para evitar agitação, o governo alemão pediu que a ajuda fosse iniciada no feriado de Páscoa, quando os mercados europeus estão fechados.

O Le Monde informa que o plano de ajuda dos países da zona do euro está sendo discutido hoje por representantes do Tesouro dos países, da Comissão Europeia e do BCE. Duas opções são estudadas. Os países poderiam lançar uma linha de crédito financiada pelos membros da zona do euro ou criar uma linha financiada por empréstimos da União Europeia.

A primeira opção, de acordo com o documento obtido, seria mais fácil no curto prazo. A segunda seria viável no médio prazo e evitaria que os 16 países que utilizam o euro tivessem de recorrer a seus orçamentos. Vários países, incluindo a Bélgica, insistiram que qualquer atitude deve ser coordenada nos parâmetros da União Europeia e não apoiar-se em iniciativas da França e da Alemanha.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.