i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
durante a final da copa

Explosões em Uganda deixam ao menos 64 mortos

O chefe da polícia local, Kale Kaihura, afirmou acreditar que a milícia mais temida da Somália - Al-Shabab, que jurou lealdade à Al-Qaeda - pode estar por trás dos ataques

  • PorAgência Estado
  • 12/07/2010 04:29

O número de mortos subiu para pelo menos 64 nas duas explosões ocorridas em Kampala, a capital de Uganda, na noite deste domingo no horário local (final da tarde no horário de Brasília) enquanto várias pessoas assistiam à final da Copa do Mundo da África do Sul pela TV.

Uma porta-voz da embaixada americana em Kampala, Joann Lockard, informou que ao menos três americanos - que faziam parte de um grupo religioso da Pensilvânia - ficaram feridos e um outro morreu nos atentados.

O chefe da polícia local, Kale Kaihura, afirmou acreditar que a milícia mais temida da Somália - Al-Shabab, que jurou lealdade à Al-Qaeda - pode estar por trás dos ataques. Esta milícia vê a Etiópia como inimiga.

Uma das bombas explodiu em um restaurante etíope em Kampala. A segunda explosão ocorreu em outro restaurante chamado "Kyadondo Rugby Club". Se as suspeitas de envolvimento do grupo Al-Shabab forem confirmadas, será a primeira vez que a milícia terá atuado fora do território da Somália. Segundo dados da polícia, nas cenas das duas explosões o cenário era de cadeiras reviradas e muito sangue pelo chão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.