Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Caso foi em Middlesbrough, no Reino Unido: denunciada negou as acusações
Caso foi em Middlesbrough, no Reino Unido: denunciada negou as acusações| Foto: WikiMedia Commons

Uma mulher transgênero foi acusada de exposição indecente, masturbação e uso de brinquedo sexual em local público na Inglaterra e irá a julgamento no início de 2022. Segundo informações do site TeessideLive, Chloe Thompson, de 41 anos, negou as três acusações.

Em 13 de agosto, ela teria exposto seu pênis a moradores de Middlesbrough, enquanto se masturbava da janela de um imóvel. Na mesma data, também teria se masturbado na rua diante de outras pessoas e sido flagrada usando um brinquedo sexual também em via pública.

Antes de mudar seu gênero e nome sociais, Thompson, cujo nome de nascimento é Andrew McNab, foi incluída no registro de agressores sexuais em 2011 por ter abusado sexualmente de uma garota menor de idade, o que resultou em uma pena de um ano de prisão.

Na ocasião, admitiu a culpa e alegou que havia molestado a garota em um “momento de loucura” desencadeada pelo período em que serviu no Exército, segundo seu relato.

De acordo com o jornal The Northern Echo, em maio deste ano, Thompson compareceu perante um juiz após ter sido revelado que ela abriu uma conta no TikTok com seu nome feminino – a sentença de 2011 estipulava que durante dez anos ela deveria alertar as autoridades sobre seu paradeiro e atividades, mas não teria informado sobre sua mudança de gênero e nome sociais.

Ela foi condenada a quatro meses de prisão, pena suspensa por 12 meses e substituída por trabalhos comunitários durante um ano e 20 dias de atividades de reabilitação.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]