Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Um belo exemplar de guepardo moderno | Reprodução
Um belo exemplar de guepardo moderno| Foto: Reprodução
  • Aqui o crânio do parente primitivo do guepardo, com cerca de 2,5 milhões de anos

Quem quer assistir ao espetáculo de um guepardo (Acinonyx jubatus) correndo a 120 km/h hoje em dia precisa ir à África, embora alguns exemplares do bicho ainda existam na Ásia. No passado, porém, a situação provavelmente era inversa - a julgar por um crânio de 2,5 milhões de anos, que acaba de ser descrito por paleontólogos, a linhagem do felino mais rápido do mundo começou na China.

A descoberta do Acinonyx kurteni, espécie extinta de guepardo asiático, é um dos destaques da edição desta semana da revista científica "PNAS". Per Christiansen, do Museu Zoológico de Copenhague (Dinamarca), e Ji H. Mazák, do Museu de Ciência e Tecnologia de Xangai (China), compararam o crânio fóssil com guepardos extintos e modernos e chegaram à conclusão de que se trata da versão mais primitiva do animal descoberta até hoje.

Os guepardos são um caso à parte entre os grandes felinos. graças à seu crânio relativamente largo e curto, sua dentição especial, garras que só ficam guardadas parcialmente nas "almofadinhas" das patas e a capacidade de caçar em alta velocidade em ambientes abertos. Os bichos foram muito perseguidos no passado, em parte para servir de bichos de estimação de reis e imperadores, o que levou à sua quase extinção na Ásia. Se não fosse isso, teriam sido um grande sucesso evolutivo - misteriosas formas fósseis foram encontradas até nas Américas, embora seu parentesco com os felinos modernos ainda seja obscuro.

Seja como for, a análise feita por Christiansen e Mazák deixa poucas dúvidas a respeito da origem asiática dos bichos, uma vez que o fóssil A. kurteni possui, entre outras coisas, dentes mais parecidos com os dos demais grandes felinos, como leões e leopardos, do que com os dos guepardos atuais. Embora alguns paleontólogos tenham postulado um berço americano para os bichos, a nova descoberta torna a idéia bastante improvável.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]