Pegada supostamente do tigre que circula nas imediações de Paris | Olivier Lejeune-Le Parisien-Maxppp/Efe
Pegada supostamente do tigre que circula nas imediações de Paris| Foto: Olivier Lejeune-Le Parisien-Maxppp/Efe

O felino que ronda as imediações do Eurodisney Paris não é um tigre, informaram nesta sexta-feira (14) as autoridades francesas, que acrescentaram que o animal, ainda sem identificar, "não é perigoso".

"Após um relatório elaborado pelo Escritório Nacional da Caça e da Fauna Selvagem (ONCFS) em colaboração com o Parque de Felinos, a presença de um tigre deve ser excluída a partir de agora", anunciou em comunicado a Prefeitura parisiense, que indicou que prosseguirá a busca do misterioso felino.

Os especialistas basearam suas análises nas pegadas detectadas esta manhã nas proximidades de um posto de gasolina na rodovia A4 em sua passagem por Ferrières-en-Brie, no departamento parisiense de Seine-et-Marne. "De acordo com os testemunhos recolhidos, não se trata de um tigre e também não traz perigo", confirmou à emissora francesa "BFM+ TV" o principal responsável da ONCFS, Eric Hansen, que manteve a incerteza em torno da espécie de felino.

Hoje prossegue a caçada iniciada ontem nos arredores de duas localidades do cinturão metropolitano da capital francesa, Chessy e Montévrain, próximas à área de floresta na qual o animal foi avistado e fotografado por uma vizinha. O esquema de segurança vai continuar, apesar de que será "adaptada às novas informações", informou a Prefeitura.

Os agentes mobilizados na operação têm ordem de tentar capturar vivo o animal, embora também tenham sido autorizados a disparar em caso de acontecer uma situação de alarme.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]