furacão laura
Imagem de satélite NOAA/GOES mostra o furacão Laura no Golfo do México movendo-se em direção à Louisiana| Foto: NOAA/GOES /AFP

O furacão Laura atingiu o sudoeste da Louisiana nas primeiras horas de quinta-feira (27), com ventos máximos de 240 km/h, se tornando o mais poderoso a atingir os EUA neste ano. Considerado "extremamente perigoso" pelos meteorologistas, o Laura atingiu Cameron, uma comunidade de 400 pessoas a cerca de 50 quilômetros da divisa com o Texas. Depois de tocar o solo, o furacão perdeu intensidade e baixou da categoria 4 para 2, numa escala que vai de 1 a 5. Segundo boletim do Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês), os ventos máximos são de 170 km/h.

Agora o Laura segue para o norte, ameaçando a região da divisa entre Louisiana e Texas. Autoridades de ambos os estados emitiram o mais alto alarme de emergência para a tempestade que pode ser uma das piores a atingir a região em décadas.

Mais de 1,5 milhão de moradores foram ordenados a deixar suas casas. Várias residências estão sem energia elétrica e cerca de 80% da produção de petróleo no Golfo do México teve que ser paralisada por causa do furacão.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]