i

O Sua Leitura indica o quanto você está informado sobre um determinado assunto de acordo com a profundidade e contextualização dos conteúdos que você lê. Nosso time de editores credita 20, 40, 60, 80 ou 100 pontos a cada conteúdo – aqueles que mais ajudam na compreensão do momento do país recebem mais pontos. Ao longo do tempo, essa pontuação vai sendo reduzida, já que conteúdos mais novos tendem a ser também mais relevantes na compreensão do noticiário. Assim, a sua pontuação nesse sistema é dinâmica: aumenta quando você lê e diminui quando você deixa de se informar. Neste momento a pontuação está sendo feita somente em conteúdos relacionados ao governo federal.

Fechar
A matéria que você está lendo agora+0
Informação faz parte do exercício da cidadania. Aqui você vê quanto está bem informado sobre o que acontece no governo federal.
Que tal saber mais sobre esse assunto?
reconstrução

Hillary diz que eleições são chave para estabilidade no Haiti

Votações foram adiadas por causa do terremoto que devastou o país. Presidente haitiano afirmou que não vai tentar se reeleger

  • PorReuters
  • 09/03/2010 16:03
Secretária de Estado Hillary Clinton afirmou que EUA vão ajudar no processo democrático haitiano | Reuters
Secretária de Estado Hillary Clinton afirmou que EUA vão ajudar no processo democrático haitiano| Foto: Reuters

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, fez um apelo ao Haiti nesta terça-feira para que o país atingido por um forte terremoto realize eleições legislativas "assim que for apropriado".

Hillary, falando aos jornalistas após uma reunião com o presidente do Haiti, René Préval, disse que remarcar as eleições adiadas pelo tremor de 12 de janeiro deve ser uma prioridade "para garantir a estabilidade e a legitimidade do governo haitiano".

"Eu assegurei ao presidente Préval que os Estados Unidos vão trabalhar com a comunidade internacional para a realização de eleições assim que for apropriado", afirmou ela.

Préval disse que não vai buscar outro mandato após o fim de seu período no cargo, em 11 de fevereiro de 2011, e declarou nesta terça-feira que eleições legislativas - originalmente marcadas para 28 de fevereiro - poderão ser organizadas a tempo para assegurar uma transição pacífica.

"O que nós devemos evitar completamente é um governo temporário que não possua legitimidade", declarou Préval ao lado de Hillary Clinton.

"Antes da minha saída devemos ter um parlamento e um novo presidente. Temos quase um ano para fazer isso", disse Préval aos repórteres depois da entrevista coletiva.

As eleições presidenciais estão marcadas para novembro, mas não está claro se vão acontecer.

O terremoto de janeiro matou até 300 mil pessoas e deixou milhões de desabrigados no Haiti. Muitos prédios do governo foram seriamente danificados e os escritórios do Conselho Eleitoral foram destruídos.

Deixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]

Receba Nossas Notícias

Receba nossas newsletters

Ao se cadastrar em nossas newsletters, você concorda com os nossos Termos de Uso.

Receba nossas notícias no celular

WhatsApp: As regras de privacidade dos grupos são definidas pelo WhatsApp. Ao entrar, seu número pode ser visto por outros integrantes do grupo.

Comentários [ 0 ]

O conteúdo do comentário é de responsabilidade do autor da mensagem. Consulte a nossa página de Dúvidas Frequentes e Política de Privacidade.