Como você se sentiu com essa matéria?

  • Carregando...
Entrada do campo de concentração de Auschwitz, na Polônia (Reprodução/Pixabay).
Entrada do campo de concentração de Auschwitz, na Polônia (Reprodução/Pixabay).| Foto:

Uma pesquisa encomendada pela Conference on Jewish Material Claims Against Germany e realizada nos Estados Unidos com mil pessoas entre 18 e 39 anos, em todos os 50 estados do país, apontou que dois terços delas não sabem que 6 milhões de judeus foram mortos no Holocausto, na Segunda Guerra Mundial. A organização representa os judeus de todo o mundo na negociação de compensação e restituição para as vítimas de perseguição nazista e seus herdeiros.

Além disso, quase metade dos consultados não conseguiram indicar o nome de, ao menos, um campo de concentração, e outros 15% afirmaram ser aceitável ter pontos de vista neonazistas.

Para o presidente da Claims Conference, Gideon Taylor, o fato de os entrevistados não conseguirem sequer citar o campo de Auschwitz, considerado por muitos historiadores o maior símbolo do Holocausto, é “profundamente preocupante”. Ao site USA Today, ele disse: “não acho que haja maior símbolo da depravação do homem na história recente do que Auschwitz”.

Ainda, quase metade dos entrevistados afirmaram já terem visto postagens em mídias sociais negando ou distorcendo fatos sobre este obscuro capítulo da história. Mais da metade disse já ter visto símbolos nazistas em sua vizinhança ou em comunidades online.

O estado de Nova York, o quarto mais populoso dos EUA, ficou entre os 10 piores na análise sobre conhecimentos do Holocausto. Por lá, quase 20% dos jovens acreditam erroneamente que os judeus causaram o Holocausto.

Holocausto

Cerca de 6 milhões de judeus foram mortos durante o Holocausto, depois que o regime nazista, capitaneado por Adolf Hitler, chegou ao poder na Alemanha na década de 1930. Além dos judeus, outros grupos étnicos foram alvos dos nazistas, que pregavam uma suposta superioridade da “raça ariana”.

Milhões de pessoas foram enviadas a guetos, campos de trabalho forçado e campos de concentração, onde muitas acabaram mortas em tiroteios em massa, câmaras de gás, de fome ou outras doenças.

16 COMENTÁRIOSDeixe sua opinião
Use este espaço apenas para a comunicação de erros
Máximo de 700 caracteres [0]